MP que dispensa publicação de balanços em jornais perde a validade

Redação Portal IMPRENSA | 04/12/2019 09:37
A Medida Provisória 892/2019, que desobrigava as empresas de capital aberto a publicarem seus balanços em jornais, perdeu a validade ontem sem ser analisada pelos plenários da Câmara e do Senado.  
Crédito:EBC


Editada em agosto pelo presidente Jair Bolsonaro, a MP alterava uma lei sancionada em abril, que permitia às empresas publicarem de forma resumida seus balanços a partir de 1º de janeiro de 2022. 

A MP tinha recebido parecer contrário da comissão mista da Câmara e do Senado, que considerou a proposta como um ataque à imprensa. 

“Quando o presidente se pronunciou dizendo que esse era um instrumento que poderia amanhã esvaziar a imprensa, isso é um demérito para essa matéria”, argumentou à época a senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), que apresentou o parecer contrário à MP 892.

Leia também:
Cresce mobilização contra MP que extingue obrigatoriedade de registro de jornalistas
Bolsonaro admite erro em vídeo de leão contra hienas da imprensa e do STF