Entidades de defesa da liberdade de expressão acusam governo mexicano de falta de compromisso com segurança de jornalistas

Redação Portal IMPRENSA | 07/11/2019 10:59
Após dialogar com o presidente Andrés Manuel López Obrador nesta quarta, 6 de novembro, uma missão internacional formada por 17 organizações ligadas à defesa da liberdade de expressão manifestou preocupação com a falta de compromisso demonstrada pelo governo "para resolver a grave crise em matéria de liberdade de expressão que o México enfrenta, assim como para reconhecer a gravidade do problema".

Um comunicado assinado pelas 17 organizações informa que em 2019 o México se tornou o país mais "mortífero do mundo para quem exerce o jornalismo". "Mais de 99% dos casos de assassinatos e desaparecimento de jornalistas seguem sem solução e não há garantias para que os que se dedicam a nos informar possam fazer seu trabalho sem temor de represálias, ameaças, violências e intimidações".

Nos diferentes encontros que teve com membros do governo mexicano, a missão propôs uma série de medidas para diminuir a vulnerabilidade dos jornalistas que atuam no país, incluindo um plano para reduzir a impunidade de crimes contra profissionais de imprensa, além da implementação das 104 recomendações das Organização das Nações Unidas (ONU) que fazem parte do Mecanismo de Proteção a Pessoas Defensoras de Direitos Humanos e Jornalistas.
Crédito:Reprodução ifex
Governo mexicano não reconhece gravidade da situação e ainda estigmatiza trabalho da imprensa, reclamam entidades

Outro pleito defendido pela missão foi colocar fim ao discurso oficial do governo mexicano que "estigmatiza e aumenta a vulnerabilidade de milhares de jornalistas no país".

Fazem parte da missão a Artículo 19, o Comité para la Protección de los Periodistas, a Federación Internacional de Periodistas (FIP), Freedom House, Fundación para la Libertad de Prensa, Gulf Centre for Human Rights (GCHR), IFEX, International Press Institute (IPI), Palestinian Center for Development and Media Freedoms (MADA), PEN America, Reporteros sin Fronteras (RSF), World Association of Newspapers and News Publisher