First Draft lança guia de verificação de informações online

Redação Portal IMPRENSA | 05/11/2019 14:18
O First Draft disponibilizou o guia de verificação de informações online. Este é o segundo de uma série de novos Guias Essenciais publicados pela organização.
 
O Guia “Essential Guide to verifying online information” foi desenvolvido pela repórter Shaydanay Urbani.
 
“As informações viajam tão rapidamente agora e a desinformação está se tornando tão fácil de gerar e espalhar que é importante para todo jornalista - não apenas o repórter de tecnologia e o editor de mídia social - entender as habilidades básicas de verificação”, afirma Urbani.

Crédito:Divulgação First Draft

 
Pilares da verificação 
Além de dicas e técnicas, o estudo apresenta os cinco pilares da verificação.  Segundo o First Draft, quanto mais você souber sobre cada pilar, mais forte será sua verificação.

 São eles:
1. Proveniência: você está vendo a conta, o artigo ou o conteúdo original?
2. Fonte: quem criou a conta ou o artigo ou capturou o conteúdo original?
3. Data: quando foi criado?
4. Local: onde a conta foi estabelecida, o site criado ou o conteúdo capturado?
5. Motivação: Por que a conta foi criada, o site foi criado ou o conteúdo capturado?

Dicas para economizar tempo e frustração
O guia ensina dicas para o processo de verificação de uma informação. Algumas delas estão listadas abaixo:

Monitorar conteúdo relacionado simultaneamente
Enquanto você está verificando uma parte do conteúdo, pode ser útil ter um painel de monitoramento e um sistema de alertas configurados para que você veja conteúdo semelhante se ele aparecer. Você pode usar palavras-chave e idioma do conteúdo que está examinando para configurar uma coluna de pesquisa no Tweetdeck, por exemplo, ou configurar uma lista de contas que costumam interagir com sua fonte.

Configurar uma caixa de ferramentas
Se você estiver fazendo muitas verificações ou outros tipos de pesquisa digital, vale a pena configurar um sistema de favoritos que estabeleça todos os seus sites favoritos. Como mencionado anteriormente, um dos maiores desafios pode ser apenas lembrar as ferramentas à sua disposição.
As pastas de favoritos em um navegador da web são boas, mas nossa maneira favorita de salvar as ferramentas de verificação é com uma página do Start.me . Ele exibe todos os seus favoritos de maneira agradável e é muito rápido para configurar e adicionar continuamente novos recursos. Você pode usá-lo como sua página inicial ou marcar em outro lugar.

Ficar atualizado
A verificação está mudando constantemente. As plataformas tecnológicas modificam suas configurações de privacidade, as ferramentas de pesquisa são desativadas e novas são construídas. Se você deseja acompanhar, atualize regularmente sua caixa de ferramentas ou leia as últimas técnicas da comunidade de verificação e inteligência de código aberto (OSINT). Existem muitas listas públicas de OSINT / verificação no Twitter que você pode seguir para fazer isso.

Não esqueça de pegar o telefone
Em muitas situações, o melhor cenário é encontrar um número de telefone ou endereço de email para uma fonte, para que você possa contatá-los diretamente e perguntar sobre o conteúdo que eles compartilharam. Mesmo o envio de uma mensagem direta simples pode iniciar uma conversa em particular, onde você pode descobrir muito mais do que faria.

Não se esqueça de pesquisar
Existem muitas ferramentas impressionantes disponíveis para verificação, e falamos sobre muitas delas neste guia. Mas lembre-se de que, às vezes, uma simples pesquisa no Google serve.

Para baixar o guia gratuitamente clique aqui

First Draft
O First Draft é uma organização sem fins lucrativos global que apoia jornalistas, acadêmicos e tecnólogos que trabalham para enfrentar os desafios relacionados à confiança e à verdade na era digital.