Grupo NSC descontinua edições impressas diárias dos jornais DC, AN e Santa

Redação Portal IMPRENSA | 28/10/2019 12:14
Parceiro local da Globo e principal conglomerado de comunicação de Santa Catarina, o Grupo NSC descontinuou na sexta-feira,  25 de outubro, as edições impressas diárias dos jornais DC, AN e Santa. Os títulos tornaram-se semanais, passaram a ser impressos em gráfica externa e ganharam o formato de revista. 

Segundo comunicado da empresa, a mudança busca acompanhar o "hábito dos leitores e fortalecer a entrega de conteúdos nas plataformas digitais". 

Principal portal de jornalismo e entretenimento de Santa Catarina, o NSC Total segue como um dos carros-chefe no portfólio do grupo, com oferta de informações 24 horas por dia (no celular, computador ou tablet) e newsletters com seleção exclusiva de notícias.
Crédito:Reprodução

Com a estreia da periodicidade semanal e a mudança de posicionamento para revista, os jornais DC, AN e Santa serão produzido com capa em papel couché e páginas internas com impressão a quente. 

Entre as sessões especiais, destaque para “Os Catarinenses”, que focará em personagens do estado que estão fazendo a diferença no Brasil e no mundo.  As edições semanais estarão disponíveis nas bancas de todo o Estado, aos domingos, por R$ 9,90. A empresa informa que continuará atuando com assinaturas.

Demissões

Em nota divulgada em 16 de outubro, quando o Grupo NSC anunciou as mudanças nos três diários, o Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina classificou a iniciativa como "processo de demissão em massa travestido de transformação digital”.

Segundo o Sindicato, mais de 20 jornalistas foram dispensados no dia do anúncio, muitos com "décadas de serviços prestados desde os tempos do Grupo RBS, além de profissionais dos setores administrativo e gráfico". 

Nas redações as demissões teriam atingido jornalistas do A Notícia (Joinville), do Jornal de Santa Catarina (Blumenau), do portal G1, da Rádio CBN, do Diário Catarinense e do Hora de Santa Catarina.