Diário de São Paulo poderá ser relançado por diretor do Grupo Bom Dia

Redação Portal IMPRENSA | 08/10/2019 16:27
Sem circular há um ano e nove meses, o jornal Diário de São Paulo deverá ser relançado em breve. Fundado em 1884, originalmente como Diário Popular, o veículo é um dos mais tradicionais da imprensa paulista, já tendo pertencido à família Quércia, ao Grupo Globo, ao empresário J. Hawilla e, mais recentemente, à empresa Cereja Comunicação Digital.

Crédito:Reprodução
O novo dono do jornal é Kleber Moreira, diretor do Grupo Bom Dia, que edita o jornal Bom Dia Rio Preto. Candidato derrotado a deputado estadual em São Paulo pelo então PEN (hoje Patriotas), ele teria arrematado por simbólicos R$ 30 mil um pacote de 32 marcas relacionadas ao Diário de São Paulo.

A subvalorização seria consequência da longa crise financeira que levou o jornal a ter sua falência decretada em janeiro de 2018, deixando uma longa fila de jornalistas, fotógrafos e diagramadores sem receber seus direitos trabalhistas. Até profissionais que saíram antes da falência ser decretada estão sem receber até hoje. 

O contato de Moreira com o Diário de São Paulo teria se dado anos atrás, quando o Bom Dia e o próprio Diário pertenceram à Traffic de J. Hawilla. 

Sem precisar data, o site www.spdiario.com.br, ligado a Moreira, confirmou nesta segunda, 7 de outubro, que o Diário de S.Paulo voltará a circular em breve.