“As máquinas inteligentes podem nos tornar jornalistas melhores”, afirma Laura Ellis, jornalista da BBC Londres

Kassia Nobre | 27/09/2019 09:14
A jornalista Laura Ellis, diretora de Inovação Tecnológica da BBC (Londres), falou para o público do mídia.JOR 2019 sobre a Inteligência Artificial (IA) no jornalismo.

Ela explicou como a IA impacta o dia a dia da BBC e o trabalho dos profissionais de mídia. A conversa teve a mediação de Lúcio Mesquita, o curador do mídia.JOR 
 
“A Inteligência Artificial é um assunto fascinante. As máquinas inteligentes podem nos tornar jornalistas melhores. As mudanças na carreira e na vida pública já aconteceram. A próxima fase deste jogo é algo mais complexo e de mais impacto. Não é questão de querer ou não. Isso vai acontecer”, afirmou. 

Laura relatou que a evolução dos computadores e a possibilidade de extrair dados permitem que os jornalistas usem a tecnologia com mais facilidade do que antigamente. 

“Os jornalistas podem observar os dados e saber qual é a história que está por trás das informações coletadas. Os dados dão poder ao jornalismo”, afirma.
Crédito:Kassia Nobre


Inteligência Artificial na BBC
A jornalista contou como a Inteligência Artificial auxilia o trabalho de jornalistas na redação da BBC de Londres. Atualmente, os jornalistas usam o processamento de linguagem natural (Natural language processing) e a aprendizagem profunda (deep learning). 

“A tecnologia nos ajudar a fornecer automação ao jornalismo e permite que nossos arquivos se tornem infinitivamente mais valiosos" afirma Laura.
 
Para os próximos cinco anos, Laura prevê que a IA ajudará a economizar horas de trabalho, criando jornalismo automatizado em grande escala, liberando os jornalistas para tarefas de alto nível. 

Além disso, a IA ajudará a melhorar a qualidade da produção, com uma qualidade em áudio e vídeos, automatizando a criação de conteúdo.
  
mídia.JOR
Idealizado pela Revista e Portal IMPRENSA, o mídia.JOR trouxe as discussões que pautarão o futuro do jornalismo, e experiências do uso da inteligência artificial e das novas tecnologias nas redações pelo mundo. Evento aconteceu no dia 26 de setembro, no Teatro Unibes Cultural em São Paulo, e contou com o apoio da Unibes Cultural e patrocínio do Itaú Unibanco e do UOL. E o apoio de mídia da Abraji, Jeduca e Propmark.