Príncipe saudita diz que assassinato de jornalista “aconteceu sob minha vigilância”

Redação Portal IMPRENSA | 26/09/2019 18:47
O príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman diz que é o responsável pelo assassinato do colunista do Washington Post Jamal Khashoggi. “Aconteceu sob minha guarda”, disse em entrevista ao repórter Martin Smith, da PBS, para o documentário “O príncipe herdeiro da Arábia Saudita”, que vai ao ar no dia 1ª de outubro. 
Crédito:Reuters
Quando pressionado ainda mais e perguntado como os assassinos poderiam ter usado aviões sauditas para voar entre a Arábia Saudita e a Turquia para cometer o assassinato, o príncipe Mohammed disse: "Eu tenho oficiais, ministros para seguir as coisas e eles são responsáveis, eles têm a autoridade fazer isso."

O brutal assassinato de Khashoggi em outubro passado, no consulado saudita em Istambul, provocou protestos internacionais e pedidos de alguns legisladores americanos para alterar a política externa americana na Arábia Saudita. Khashoggi foi colunista do Washington Post e morador dos EUA.

As autoridades sauditas haviam anteriormente negado qualquer envolvimento ou conhecimento no assassinato, que teria envolvido o desmembramento de Khashoggi. Seu corpo nunca foi encontrado.


Leia também:
Jornal turco divulga áudio que seria do assassinato do jornalista Jamal Khashoggi
Jornalista detido no Iêmen por autoridades sauditas permanece desaparecido