Jornalista que atacou ativista sueca é demitido da rádio 96 FM, de Natal

Redação Portal IMPRENSA | 26/09/2019 10:35
O jornalista Gustavo Negreiros foi demitido da rádio 96 FM, de Natal (RN), após ataques à ativista sueca Greta Thunberg. A decisão foi tomada após repercussão negativa dos comentários e suspensão de patrocínios ao programa 96 Minutos, apresentado por Negreiros.

Crédito:Reprodução
No comentário sobre a adolescente, Negreiros diz que ela é “histérica” e “mal-amada”. O jornalista ainda afirma que o problema dela é "falta de sexo, com homem ou mulher” e sugere que ela vá fumar maconha na Suécia 

As ofensas constrangeram a apresentadora Carolina Reis, que tentou rebater Negreiros, lembrando que a ativista tem apenas 16 anos e foi indicada recentemente ao prêmio Nobel.

Ao justificar a suspensão da veiculação de ações publicitárias no programa 96 minutos, a Unimed Natal afirmou que o "questionamento foi muito forte no caso de uma ativista". 

Além de viralizar no WhatsApp, o vídeo com as declarações de Negreiros levou o apresentador aos primeiros lugares do trend topics do Twitter. 

Após a repercussão negativa das declarações, o jornalista pediu desculpas. Ele reconheceu que fez um comentário infeliz.

"Foi péssimo e lamentável, me envergonho do comentário. Venho a público pedir desculpas a cada um dos meus leitores, ouvintes e telespectadores", escreveu. A 96 FM não se pronunciou sobre o assunto.

Leia também:
Assédio da CNN Brasil a jornalistas da Record impulsiona ataques à construtora MRV pela emissora de Edir Macedo