Entrevista de Mauro Naves a youtuber reacende discussão sobre sua saída da Globo

Redação Portal IMPRENSA | 11/09/2019 14:31
Em recente entrevista à youtuber e apresentadora Pollyana Morbach, o jornalista Mauro Naves falou pela primeira vez sobre sua saída da Globo e confessou que o episódio representou o "7 a 1" de sua vida. Seu afastamento da reportagem da emissora teve direito a nota oficial lida por William Bonner na edição de 5 de junho último do Jornal Nacional. 

A saída de Naves da Globo foi motivada pela atitude do jornalista de passar o contato do pai de Neymar para um advogado que representava a mulher que acusava o craque de estupro. À youtuber, Naves disse que ainda está formalizando sua saída e que, apesar do abalo, está "transformado e cheio de energia". 
Crédito: Reprodução blog do Cosme Rímoli

O jornalista esportivo Cosme Rímoli publicou nesta terça, 10, em seu blog no portal R7, um interessante texto sobre a entrevista de Naves à youtuber, no qual sustenta que todos os envolvidos na acusação de estupro a Neymar saíram ilesos. "Menos um. Mauro Naves", afirma Rímoli, que trabalhou por 23 anos no Jornal da Tarde e começou seu blog em 2009 no UOL. 

Nas palavras de Rímoli, a punição ao colega ocorreu pois, em vez de noticiar a acusação de estupro, e assim dar um furo mundial, Naves "tentou aproximar as partes para que resolvessem amigavelmente a questão". 

"O repórter alegou à (sic) executivos globais que, depois do provável acordo, teria a história de forma exclusiva. Mas a reação foi firme. Os donos da emissora foram duros. Mauro tinha a denúncia antes de todos os veículos de comunicação e não a relatou à chefia. A demissão foi injusta", sentenciou Rímoli, lembrando que não foram apenas Galvão Bueno e Casagrande que insistiram pelo perdão de Naves.

"Sua saída abalou todo o setor esportivo da emissora. Repórteres, editores e chefes ficaram do lado de Mauro. Mas foi em vão", conclui o jornalista do R7.