Jornalista da Gazeta de Alagoas comenta críticas que sofreu do governador Renan Filho

Redação Portal IMPRENSA | 06/08/2019 14:38
Funcionário da Gazeta de Alagoas, jornal de propriedade do ex-presidente da República Fernando Collor de Melo, o jornalista Arnaldo Ferreira comentou o ataque que sofreu do governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), nesta 2ª feira, 5 de agosto. 

À Gazeta de Alagoas, Arnaldo Ferreira disse que em 40 anos de profissão não fez questão de agradar ninguém, incluindo os donos dos veículos em que trabalhou.

Adversário político da família Collor de Melo, o governador Renan Filho criticou o jornalista durante entrevista coletiva à imprensa. O vídeo do embate entre o governador e o jornalista viralizou nas redes sociais.

O ataque começou após Arnaldo, que tem experiência na cobertura da área de segurança pública no estado, perguntar ao governador sobre como resolver o problema do baixo efetivo de policiais civis e delegados em Alagoas. 

Crédito:Reprodução Poder 360
Governador de Alagoas, Renan Filho critica repórter da Gazeta de Alagoas

Renan Filho respondeu que os números do jornalista estavam errados e que eles se referiam à “Alagoas do Collor”. “Você não conhece os números e está editorialmente tutelado por um coronel que colocou esporas na sua barriga e rédeas na sua cabeça”, disse Renan Filho, acrescentando que a Gazeta tornou-se um “jornal marrom”. O governador também citou o atraso de salários dos funcionários da Gazeta de Alagoas, incluindo jornalistas.

O jornalista declarou ter sido vítima de uma tentativa de intimidação por parte de Renan Filho. "Talvez, por eu ser um jornalista mais antigo, ele agiu dessa forma, me agredindo, para tentar impedir que outros jornalistas mais novos cumpram sua tarefa. Não faço parte da assessoria de imprensa do governador”, disse Arnaldo Ferreira.

Em nota, Sindicato dos Policiais Civis (Sindpol) repudiou o ataque do governador ao jornalista e confirmou os dados apresentados nas perguntas de Arnaldo Ferreira a Renan Filho. Além de baixo efetivo de policiais civis em Alagoas, o jornalista tem feito reportagens sobre a situação precária das delegacias do estado.

Leia também