Médicos e jornalistas são as fontes mais confiáveis de informação

Redação Portal IMPRENSA | 24/07/2019 14:18
Os médicos e os jornalistas são as fontes de informação mais confiáveis para os brasileiros. Eles foram citados por 49% e 38% dos entrevistados, respectivamente, na Pesquisa Percepção Pública da C&T no Brasil 2019. Na sequência vieram religiosos, com 29%, e cientistas, com 25%. As fontes menos confiáveis de informação são os políticos (84%), artistas (24%) e militares (22%).
Crédito:Reprodução


Medicina e saúde são os principais temas de interesse da população, com 79%, seguidos por meio ambiente (76%) e religião (69%). Os interesses mudam de acordo com a faixa etária e a renda. Entre os jovens, ciência, tecnologia e meio ambiente se destacam como o tema mais interessante. Para os idosos, saúde e religião são os mais atrativos.

A internet passou a ser o principal canal de informação científica. Em 2006, a TV foi citada or 15% dos entrevistados como principal fonte de informação, enquanto a internet tinha apenas 9%. Já em 2019, a internet foi citada por 14% e a TV por 11%. 

A pesquisa ouviu 2,2 mil pessoas, de 16 a 75 anos de idade, em todas as regiões do país. 

Leia também:
Facebook divulga 23 projetos locais que ganharão recursos e recebe críticas
Inscrições para microbolsas de jornalismo da Agência Pública vão até 5 de agosto