Inscrições para microbolsas de jornalismo da Agência Pública vão até 5 de agosto

Redação Portal IMPRENSA | 11/07/2019 09:02
Em sua décima edição,  o Concurso de Microbolsas de jornalismo da Agência Pública está com as inscrições abertas até 5 de agosto. Este ano o objetivo é selecionar projetos para a produção de reportagens investigativas sobre a Operação Lava Jato. 
Crédito:Reprodução



O concurso tem foco em jornalistas profissionais (diplomados ou não) com experiência em reportagem investigativa. A ideia é explorar histórias da Lava jato não cobertas pela imprensa, além dos impactos da operação no país.

Ao todo serão selecionados quatro projetos no valor de sete mil reais. As inscrições devem ser feitas através de formulário disponível no site da Pública. As propostas de reportagem podem ter um ou mais autores. 

Os projetos devem conter pequena biografia do jornalista, com link de reportagens investigativas realizadas, além da proposta de pauta detalhada com fontes, plano de trabalho, métodos jornalísticos a serem empregados e produtos a serem entregues (texto, fotos, vídeo, infográficos).

O projeto também deve conter plano de orçamento, incluindo custos com passagens, transportes, diárias e remuneração do jornalista. A Comissão Julgadora levará em conta critérios como consistência na pré-apuração, originalidade e relevância da pauta, além da experiência do repórter  e viabilidade da investigação. 

Os vencedores serão anunciados no dia 14 de agosto e receberão metade da verba total (R$ 3.500). A segunda metade será paga depois da realização da reportagem, cujo prazo não pode exceder três meses. 

Os premiados farão reuniões de planejamento e acompanhamento das reportagens com os editores da Pública regularmente, em datas a serem combinadas. As reuniões podem ser realizadas remotamente. 

As reportagens geradas pelas propostas vencedoras serão publicadas no site da Agência Pública e por seus republicadores. Os autores cederão à Agência Pública o direito sobre o conteúdo publicado, que pode ser reproduzido em outros produtos. As reportagens serão registradas com licença Creative Commons, podendo ser republicadas livremente por outros veículos sem ferir direitos autorais.