“A confiança tornou-se um modelo de negócio”, destaca relatório da Cision

Redação Portal IMPRENSA | 12/06/2019 19:16
Crédito:Reprodução / Cision


O relatório Global State of the Media 2019, desenvolvido pela empresa de relações públicas Cision, traz os resultados de uma enquete feita com 1.999 jornalistas de 10 países sobre sua percepção acerca do panorama atual da mídia. 

Melhorar a precisão e a veracidade das notícias é um dos principais objetivos. Para 51% dos entrevistados, a veracidade é a prioridade para os veículos, seguida pela receita. 
Crédito:Reprodução / Cision

“Noticiar a verdade é mais importante do que nunca. O propósito do jornalismo não mudou, mas evoluiu. O objetivo do jornalismo em 2019 é proporcionar uma cobertura tão informativa e confiável que as pessoas ao redor do mundo estejam dispostas a pagar por isso. A confiança tornou-se um modelo de negócio”, destaca o relatório. 

Outras questões pontuadas pelo relatório:

- Jornalistas têm tomado mais decisões baseadas em dados referente ao conteúdo que publicam. “Jornalistas analisam dados para entender melhor quem é sua audiência e o que ela quer – ou mesmo precisa – ler... e dizem que irão focar ainda mais em entender sua audiência para criar histórias mais relevantes e engajadoras”, afirma o relatório. 

- As mídias sociais têm se tornado mais desafiadoras e um parceiro complexo para os publishers. 

- Jornalistas acreditam que a falta de confiança na mídia pode estar em declínio. 

- Diante da falta de recursos – com menos profissionais nas redações e orçamento reduzido – os jornalistas têm aumento na carga de trabalho. 
Crédito:Reprodução / Cision

Referente às maiores ameaças ao jornalismo, o relatório afirma que “ironicamente a era das ‘fake news’ contribuíram para um público mais informado – ajudando a restaurar a confiança da sociedade no jornalismo”. Os três maiores desafios globais são as mídias sociais e os influenciadores, os recursos e equipe da redação, e as fake news (22%, 20% e 19%, respectivamente). 

De acordo com o relatório, mais jornalistas acreditam que o posicionamento das redes sociais frente à mídia tradicional é um dos grandes desafios do jornalismo. E mais jornalistas creem que os algoritmos terão maior impacto em seu trabalho neste ano.  

Acesse o relatório neste link

Leia também