Adesão de jornais a assinaturas digitais cresce na Europa e EUA

Redação Portal IMPRENSA | 13/05/2019 10:19

Recente estudo publicado pelo Reuters Institute for the Study of Journalism comprova o crescimento na adesão dos principais jornais da Europa e Estados Unidos ao modelo de negócios de assinatura digital. Os EUA foram o país com maior crescimento, passando de 60% para 76%.

Crédito: Reprodução

Intitulado Pay Models For Online News in the US and Europe: 2019 Update, o estudo reúne o resultado de pesquisas realizadas em sete países. Além dos EUA, foram feitos levantamentos na Finlândia, França, Alemanha, Itália, Polônia e no Reino Unido. 


Outra informação presente no estudo é que a porcentagem de jornais que adotaram algum formato de paywall é de 69% (o índice em 2017 era 64,5%). Os modelos mais populares entre eles são o freemium (informações menos diferenciadas têm acesso livre) e o metered (limita o acesso gratuito a um número determinado de conteúdos no mês), cada um deles utilizado por 33% das empresas pesquisadas. Somente 3% dos entrevistados informaram adotar o hard paywall (qualquer conteúdo só é acessível por assinatura). 


Apesar da forte adesão dos jornais aos modelos de assinatura, considerando todos os tipos de mídias (jornal, revistas, TV e sites de informação), as páginas de acesso 100% gratuito ainda são maioria (53,30%). 


Acesse a íntegra do estudo.


Leia também:  

"Escritos com a pele": Moisés Rabinovici reúne suas melhores reportagens em livro
Jornalista britânico é demitido após postagem racista sobre filho de príncipe