Apenas 9% da população mundial vive em países com liberdade de imprensa satisfatória

Redação Portal IMPRENSA | 03/05/2019 11:26

A organização Repórteres Sem Fronteiras alerta que somente 9% da população mundial vive em países nos quais o nível de liberdade de imprensa é considerado satisfatório. A constatação foi feita a partir da edição 2019 da Classificação Mundial sobre o tema divulgada pela entidade em abril. 

Crédito: Reprodução

O levantamento indicou que 74% da população do mundo habita atualmente em países nas quais essa e outras liberdades são difíceis ou graves. É o caso de quem vive na China, Rússia, Arábia Saudita, México e Índia, entre outros. 


O Brasil está na zona classificada como de "situação problemática". Com queda de três posições no ranking em relação ao ano anterior, ocupa atualmente a 105ª colocação entre os 180 países analisados. A queda nacional não foi isolada, uma análise histórica do ranking comprova que houve uma baixa de 11% no índice mundial de liberdade de imprensa.


"Nenhum dos grandes problemas da humanidade será resolvido sem informação livre, independente e confiável, ou seja sem jornalismo de qualidade, quer se trate do aquecimento climático, da corrupção, da igualdade entre homens e mulheres", disse o secretário-geral da RSF, Christophe Deloire. "Trata-se de uma situação muito preocupante para os jornalistas mas sobretudo para o conjunto de seres humanos privados de seu direito à informação", complementou. 


A organização divulgou um vídeo com o alerta:




Leia também:

Jornal Metro encerra operações no Rio de Janeiro, Brasília e Campinas

Apenas 56% dos crimes contra jornalistas foram resolvidos nos últimos 20 anos, revela estudo