Relacionamento com a audiência e recuperação da confiança são destaques em simpósio

Redação Portal IMPRENSA | 15/04/2019 13:23

O relacionamento da mídia com seu público foi um dos temas abordados durante o Simpósio Internacional de Jornalismo Online (ISOJ), promovido pelo Centro Knight para Jornalismo nas Américas. Durante o evento, foi lançado o relatório "Membership in News & Beyond: What Media Can Learn from Other Member-Driven Movements"

Crédito: Reprodução

O documento traz uma discussão importante sobre os sistemas de associação e de assinatura como recurso para fidelização da audiência. Elaborado por Emily Goligoski e Matt Thompson, o relatório destaca a importância de as organizações jornalísticas buscarem exemplos fora do seu circuito para se tornarem sustentáveis. 


Partindo de exemplos de movimentos sociais e comunidades de código aberto, o relatório explora as vantagens e benefícios proporcionados pela relação de associação com a audiência. De acordo com os pesquisadores, a longo prazo esse modelo de relação pode ser financeiramente mais favorável. 


Em outro painel do evento, participantes discutiram a questão da reconstrução da confiança do público em relação à imprensa. Entre os motivos sugeridos para essa queda de confiança, Tom Rosestiel, mediador do painel e diretor-executivo do American Press Institute, destacou a desregulamentação do rádio e da TV a cabo que proporcionou o aumento significativo na oferta de atrações de posicionamento partidário mais marcado e menos pluralistas. 


A opinião foi compartilhada por Charlie Sykes, editor-chefe do The Bulwark. Na opinião do executivo, o jornalista precisa fazer perguntas difíceis e ser honesto em relação a seu próprio posicionamento.

Encerrado domingo (14), nos Estados Unidos, o ISOJ 2019 discutiu ainda o uso de novas tecnologias de voz, de recursos off-platform pelas redações e a situação das práticas jornalísticas nas Américas


Leia também:
RSF apresenta propostas para Parlamento Europeu reforçar a liberdade de imprensa na UE

Investimento em mídia cresceu apenas 0,57% no Brasil em 2018