Documentário conta história do primeiro jornal gay do Brasil

Redação Portal IMPRENSA | 29/03/2019 13:58

Em 1978, em plena ditadura militar no Brasil, um grupo de jornalistas e escritores brasileiros fundou o primeiro jornal gay do país. "O Lampião da Esquina" reuniu nomes famosos e marcou época. Essa história foi resgatada no documentário homônimo dirigido e narrado por Lívia Perez. 

Crédito: Reprodução

Com produção da Doctela e do Canal Brasil, a obra será exibida pelo canal Curta! no dia 4 de abril, às 22h30, abrindo a temporada da Quinta do Pensamento. O escritor Aguinaldo Silva, que foi repórter e editor do jornal, é um dos entrevistados do documentário que tem ainda depoimentos do cantor Ney Matogrosso, do artista Laerte Coutinho e de muitos outros. 


Inspirado no norte-americano "Gay Sunshine", a publicação brasileira tentou dar voz ao público LGBT, visto naquela época como um lado marginal da sociedade, para dar seu ponto de vista sobre questões polêmicas e a sociedade. Em suas páginas, temas como sexualidade, aborto, drogas e racismo ganhavam espaço. 


"O Lampião da Esquina" também chamou a atenção por se opor ao famoso "O Pasquim", até então, o principal jornal alternativo em circulação. 


Leia também:
"Jornalismo não é um inimigo a ser combatido", diz ANJ sobre ataques de Bolsonaro à imprensa
Folha é líder em assinaturas digitais no Brasil. NY Times é nº 1 no mundo