Apple lança serviço de assinaturas de jornais e revistas digitais

Redação Portal IMPRENSA | 25/03/2019 17:22

A Apple lançou seu serviço de assinatura de jornais e revistas digitais. Mais de 300 publicações aderiram ao sistema que recebeu o nome de Apple News+. 

Crédito: Reprodução

Estados Unidos, Canadá e Austrália são os primeiros países a terem acesso ao produto. O Reino Unido, onde deverá ser lançado ainda este ano, será o primeiro representante europeu em que o serviço será disponibilizado. 


O sistema já nasce com publicações de peso entre suas opções. Integram o pacote Wall Street Journal, LA Times, The New Yorker, National Geographic, Rolling Stone, Esquire, The Hollywood Reporter, Harper's Bazaar e outras. 


A assinatura familiar é oferecida pelo preço de US$ 9,99 por mês nos Estados Unidos. O sistema colocou ênfase nas novas capacidades de design digital do novo serviço e oferece capas de vídeo para as publicações. "Queremos criar a melhor experiência de leitura para equipamentos mobile", disse o vice-presidente de apps, Roger Rosner. 


Durante o anúncio, não foi detalhado como a monetização vai funcionar para os envolvidos. Recentemente, houve rumores de que a divisão das taxas de assinatura seria 50/50 entre a empresa e as editoras, mas isso não foi confirmado. 


De qualquer maneira, na última semana, Mark Thompson, CEO do The New York Times, jornal com o maior número de assinantes nos EUA, fez um alerta para a adesão da mídia aos serviços de assinatura de notícias fornecidos por outras empresas, como é o caso da Apple.   


Thompson chamou atenção para o fato de que com isso, os publishers correm o risco de perder o controle sobre seu próprio produto. "Tendemos a ser bastante desconfiados sobre a ideia de habituar as pessoas a encontrar nosso jornalismo em outro lugar", disse. 


Streaming

Além do serviço de assinaturas, a Apple também lançou sua plataforma de streaming de vídeo: a Apple TV+. De acordo com a empresa, o serviço estará disponível em mais de 100 países até o fim deste ano. 


Os fãs de jogos eletrônicos também passaram a contar com um novo serviço da gigante tecnológica. O Apple Arcade, um serviço de assinatura para games pagos disponível na loja de aplicativos. 


A empresa informou que serão disponibilizados mais de 100 jogos novos e exclusivos. O portfólio de opções deverá crescer. Entre os atrativos do sistema está a possibilidade de baixar o jogo para joga-lo offline no dispositivo. 


Leia também:

Câmara vai debater violência contra jornalistas
Ex-executiva da Abril lança projeto jornalístico e oferece curso gratuito