"Não há democracia sem imprensa livre e Judiciário independente", diz ministro do STF

Redação Portal IMPRENSA | 20/03/2019 10:04

Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Dias Toffoli declarou que a propagação de notícias falsas (fake news) tem afetado toda a sociedade no Brasil. Durante passagem por Belo Horizonte, onde visitou o Tribunal Regional Eleitoral, na tarde de terça-feira (19), o magistrado comentou sobre o pedido de investigação de ameaças e fake news contra a corte e seus membros.

Crédito: Nelson Jr./SCO/STF
O ministro Dias Toffoli falou sobre a abertura de investigação

"Toda a sociedade é vítima. Não há democracia livre sem imprensa livre e sem um Judiciário independente", disse. Segundo Toffoli, o STF tem sido procurado pela sociedade em relação às notícias falsas. "Temos recebido na Central do Cidadão do STF inúmeras mensagens indicando e denunciando fake news contra toda a sociedade brasileira". 


O ministro Alexandre Morais é o responsável por acompanhar o inquérito, mas a abertura da investigação ainda provoca debates entre os próprios magistrados. Em recente entrevista à GloboNews, o ministro Marco Aurélio Mello disse ser contra a instauração do inquérito pelo STF e declarou que a questão deveria ter sido oficiada ao Ministério Público para providências. 


Ontem também a mesa diretora do Senado recebeu o pedido de criação de CPI para apurar irregularidades no Poder Judiciário. Apoiada por 29 senadores, a abertura da CPI ainda depende de autorização do presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM). 


Leia também: 

Comissão do Senado cobra explicações do governo sobre comunicação e combate a notícias falsas

Declarações de Bolsonaro a emissora americana repercutem no Brasil