Instituto destaca dez tendências para mídias sociais em 2019

Redação Portal IMPRENSA | 14/02/2019 12:13

O Kantar Media divulgou um relatório destacando as maiores mudanças no cenário de mídias sociais para 2019. O estudo também mapeia oportunidades no setor para profissionais de comunicação e marketing. 

Crédito: Pixabay

Com as empresas tradicionais de mídia utilizando cada vez mais recursos das mídias sociais para melhorar a experiência e atrair audiência é importante acompanhar as mudanças nesse segmento. 


O relatório do instituto inclui informações que vão desde novas maneiras de monetizar as redes sociais até exemplos de como facilitar o relacionamento entre marcas e influenciadores. 


As tendências destacadas pelo estudo são: 


1 - Reinvenção do modelo de publicidade - Após passarem por um período desafiado, players da indústria, como o Facebook, estão revendo seus modelos de negócio, baseados na publicidade direcionada por meio de dados coletados dos usuários. A diversificação dos formatos é importante e deve finalmente começar a se monetizar e a, gradualmente, reequilibrar o volume de negócios dos gigantes das redes sociais.


2 - Além da "algoritmização" de plataformas - Os algoritmos que fundamentam nossa experiência na mídia social estão distorcendo nossa visão de mundo. Os próprios usuários da rede estão procurando maneiras de se livrar da influência deles. As marcas estão experimentando uma queda significativa em seu alcance orgânico. Em junho de 2018, o Facebook anunciou a eliminação do recurso "tendências", que mencionava os tópicos mais comentados nas mídias sociais no momento. Dois professores do Instituto Federal de Tecnologia, em Lausanne (Suíça), criaram um algoritmo que impede a polarização extrema do conteúdo, forçando-o a ser promovido como um ponto de vista oposto ao do usuário da internet.


3 - Plataformas dedicadas - Na era do "social por design" - Os editores não estão pensando duas vezes em revitalizar seus espaços de comentários com botões de reação ou dispositivos de co-criação, como o Brief, uma mídia que oferece aos leitores a oportunidade de votar no assunto a ser abordado na edição do fim de semana. Marcas que ainda não entenderam como as coisas são, precisam reinvestir em mídia própria e limitar a dependência das principais plataformas de mídia social. Sem substituí-las, é claro.


4 - Mudando o Social Commerce - Há vários anos, as principais plataformas sociais vêm experimentando em todos os lugares e expandindo seus serviços para acionar a compra.


5 - Parcerias estratégicas prosperam - Enquanto as aquisições de negócios estão em baixa, as parcerias estratégicas estão em alta e em áreas muito diferentes. Uma das mais notáveis do ano é o Data Transfer Project, um projeto de transferência de dados de código aberto lançado pelo Google, Microsoft, Twitter e Facebook. Em 2019, as parcerias continuarão a acelerar de maneira surpreendente, à medida que os gigantes da mídia social investem em novos setores.


6 - O desgaste do influenciador de marca se instala. Como quebrar o impasse? - O CEO EMEA da Traackr, Nicolas Chatbot, resumiu bem o ímpeto que as marcas devem seguir: "as marcas diferenciadas são aquelas que consideram as motivações de seus influenciadores, o que podem dar a elas e têm uma visão de longo prazo do relacionamento que desejam construir".


7 - De volta ao básico! O engajamento é a nova tendência - Para os consumidores, a necessidade de pertencer a uma comunidade é particularmente forte. Para as marcas, a chave é entender verdadeiramente as percepções significativas na conexão de conjuntos de dados para aprimorar o marketing e a comunicação da marca realmente orientada por dados. 


8 - Hibridização de formatos - 2019 será o ano dos formatos criativos híbridos. Diversificação, hibridização e criatividade com foco em conteúdo de áudio estão no menu para o ano. 


9 - O eixo estratégico do entretenimento - Meios de comunicação, como o Washington Post, estão se livrando das convenções do jornalismo clássico por meio de questionários, poemas e jogos de tabuleiro que supostamente trazem uma nova dimensão à sua escrita. 


10 - A mídia social interconecta estratégias globais de marketing - Após ser um canal de distribuição de conteúdo destinado a aumento de reconhecimento de marca, de ser importante meio de interação e comunicação com consumidores e, depois, um componente essencial do marketing das marcas, o objetivo das marcas com as mídias sociais agora é criar interações exclusivas em diferentes dimensões em torno da experiência da marca, ou seja, atrair consumidores alvo para entrar e desfrutar de uma experiência sensorial abrangente.


Acesse a íntegra do estudo.



Leia também:

Jornalista Bob Fernandes estreia canal no Youtube
Especialista aponta cinco principais tendências digitais para 2019