Departamento de jornalismo da Record TV deverá ser reestruturado

Redação Portal IMPRENSA | 07/02/2019 16:22

A chegada de Antonio Guerreiro à vice-presidência de jornalismo da Record TV provocará mudanças no departamento que deverá ter nova estrutura a partir da próxima segunda-feira (11). As informações são da coluna do jornalista Flávio Ricco. 

Crédito: Reprodução

De acordo com a publicação, a diretoria de gestão em jornalismo deixará de existir e suas funções serão assumidas pela diretoria de planejamento e desenvolvimento de jornalismo, comandada por Aline Sordili. Clóvis Rabelo assumirá a diretoria de produção em jornalismo e cuidará, juntamente da diretoria de programação, da audiência e estratégias de breaks, além de oferecer suporte aos chefes de redação. 


Também foi criada a diretoria de criação em jornalismo. Sua função será desenvolver novas atrações, quadros, formatos e experiências de consumo de conteúdo. O nome do responsável pelo setor será divulgado na próxima semana. 


Thiago Contreira permanece à frente da diretoria de conteúdo em jornalismo, cuidando da linha editorial, pauta, abordagem, edição de programas, telejornais e reportagens. Ligada diretamente a essa diretoria, Cláudia Marques comandará a Coordenação de Pauta. 


Thiago Feitos assume a chefia de redação das praças. Caberá a ele fortalecer e promover os conteúdos locais das emissoras que compõem a rede. Já Roberto Munhoz assumirá a chefia de redação dos programas matutinos. Sob sua responsabilidade estarão o Balanço Geral Manhã, SP no Ar e Fala Brasil, esse último, aliás, terá Aline Dallago como nova editora-chefe.


Serão feitas mudanças também no Domingo Show. Rafael Boucinhas assume a direção-geral e a equipe ganha o reforço de João Scortecci. 


O núcleo de jornalismo investigativo da casa será expandido e André Camarante será seu chefe de redação. No Portal R7, Domingo Fraga será o novo chefe de redação. A redação do Portal contatou a emissora e confirmou as informações.


As novidades no jornalismo da Record TV, porém, não devem parar por aí. O site Notícias da TV noticiou que a emissora estuda lançar mais um canal de notícias até 2020. Ainda mantido em sigilo, o projeto poderia substituir a atual Record News ou ser implantado como um concorrente dela. Como reação à criação da CNN Brasil, estaria disponível na TV por assinatura e via internet. Enquanto sua criação não acontece, a Record News deverá receber uma injeção de investimentos. 


Leia também:

Ex-BBC, Américo Martins será vice-presidente de conteúdo da CNN Brasil
I'M Press e Maxpress se unem e criam o I'Max