Emissora de rádio e câmara de vereadores são alvo de ataque no Ceará

Redação Portal IMPRENSA | 07/01/2019 11:13

A rádio Papagaio FM e a Câmara de Vereadores da cidade de Icó, no Ceará, foram vítimas de ataque na madrugada deste domingo (6) para segunda-feira. Este é o sexto dia da onda generalizada violência no Estado. 

Crédito:José Cruz/Agência Brasil

A emissora teve a porta de vidro de entrada estilhaçada por tiros. O prédio da Câmara também foi alvejado por disparos feitos por criminosos. Além disso, bandidos atearam fogo em uma caçamba da prefeitura. 


O governo cearense iniciou no domingo a transferência dos presos suspeitos de lideraram os ataques. As ordens estariam partindo de dentro das cadeias do estado. O governo federal disponibilizou 60 vagas em presídios de segurança máxima para receber os detentos transferidos.

  

A onda de violência teve início na última quarta-feira (2). A polícia cearense acredita que os atos foram motivados pelo descontentamento de criminosos com mudanças no sistema prisional. Diversas facções teriam se unido para realizar os ataques. 


A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará anuncio que 110 pessoas já foram presas, suspeitas de envolvimento nos ataques. Pelo menos três pessoas morreram em decorrência desses ataques. Desde sábado, agentes da Força Nacional de Segurança estão no Ceará para reforçar a segurança.


Leia também:
Após mais de 10 anos, The Economist lança novo anúncio de televisão

Record TV lança campanha em homenagem ao Dia do Leitor