Após 30 anos, Alexandre Garcia deixa a Rede Globo

Redação Portal Imprensa | 28/12/2018 20:19

O apresentador e comentarista Alexandre Garcia, 78 anos, é a mais nova baixa na equipe da TV Globo. O profissional se desligou da empresa por iniciativa própria depois de mais de 30 anos de parceria. Ali Kamel, diretor de jornalismo da Globo, divulgou um comunicado oficial agradecendo o profissional e destacando o legado deixado por ele na carreira

Crédito:Divulgação

"Em decisão muito refletida, depois de quase 31 anos de trabalho aqui na Globo, Alexandre decidiu deixar a emissora para amenizar um pouco o seu ritmo frenético de trabalho. Diante do trabalho exemplar ao longo de todos esses anos, é uma decisão que respeito. Ele deixa um legado de realizações que ajudaram o jornalismo da Globo a construir sua sólida credibilidade junto ao público. O trabalho na Globo foi a sequência de uma vida profissional que poucos podem ostentar", escreveu o diretor.


À noite, Garcia fez uma postagem no Twitter, agradecendo a emissora. "Nesses 31 anos de aprendizado, agradeço o companheirismo, o carinho, a confiança, o respeito, que recebi de todos na Globo", escreveu o jornalista.

Crédito:Reprodução/Twitter

Durante seu período de trabalho na emissora, Alexandre Garcia exerceu as funções de repórter e diretor de jornalismo antes de se tornar comentarista político e apresentador. Ele atuou na bancada de diversos telejornais. Atualmente, era da equipe de comentaristas do Bom Dia Brasil e ocasionalmente apresentava o Jornal Nacional. 


Garcia participou de diversos momentos importantes da história política do país. Entre eles, a mediação do debate entre Lula e Fernando Collor de Mello na eleição de 1989. O jornalista também foi porta-voz do general João Figueiredo, o último presidente da ditadura militar. 


Na eleição deste ano, Garcia usou suas redes sociais para elogiar a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) para a presidência. "Eu diria que se trata de uma revolução de ideias, tal a força do que surgiu do cansaço de sermos enganados", disse em determinado trecho da postagem. Com seu desligamento da Globo surgiram rumores de que o comentarista poderá assumir alguma função no futuro  governo.


Leia também:

Jornalista foge da Nicarágua e acusa governo de perseguição
Revista japonesa demite famoso fotógrafo acusado de assédio sexual