Resgate da credibilidade e da função social são alguns desafios do "Jornalismo no Brasil em 2019"

Redação Portal IMPRENSA | 17/12/2018 15:35

"Como fazer para que as pessoas continuem crendo no trabalho da imprensa e na sua importância para a democracia?" A pergunta foi apresentada a dez autores convidados a projetar o futuro do jornalismo nacional em 2019 e o resultado foi preocupante. 

Crédito:Reprodução

Realizado pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) em parceria com o Farol Jornalismo, o projeto "Jornalismo no Brasil em 2019" constatou que o jornalismo teve sua credibilidade questionada e sua relevância colocada em xeque como instituição mediadora na sociedade. De acordo com os responsáveis pelo especial, um dos principais motivos para essa situação foi o acirramento da polarização política nacional que "colocou em evidência atores políticos que apresentaram a 'verdade' que mais lhes convinha, reforçando as crenças de seus seguidores. Tudo isso, na maior parte das vezes, prescindindo do jornalismo".


Jornalismo colaborativo, a importância da transparência no resgate da credibilidade, compreensão do significado das aspirações do eleitorado de Jair Bolsonaro para presidente e a busca por formatos adequados para utilização nos ambientes nos quais o brasileiro se informa são alguns dos temas desenvolvidos. 


Para ler os texto integrais acesse o site do projeto.


Leia também:

Edição especial de Revista IMPRENSA sobre credibilidade jornalística
Associações criticam omissão institucional no combate à desinformação via redes sociais

Projeto de lei sobre criminalização de fake news é protocolado para ser analisado pelo Senado