Demitida por comentário racista, âncora americana receberá indenização milionária

Marta Teixeira | 26/11/2018 11:14

A apresentadora Megyn Kelly realmente perdeu o emprego na NBC, mas vai receber uma indenização milionária. Dispensada após fazer um comentário racista durante a exibição do programa que apresentava, a jornalista deverá receber cerca de US$ 30 milhões (cerca de R$ 94 mi) para colocar fim a seu contrato de três anos com a emissora.

Crédito:Reprodução/Youtube

O programa Megyn Kelly Today foi tirado do ar depois de uma polêmica declaração na qual ela dizia não compreender porque o uso da blackface era considerado racista nos Estados Unidos. Mas a relação da apresentadora com sua agora ex-emissora já não andava bem. Desde que ela foi contratada, há cerca de um ano, seu programa matutino de variedades não havia conseguido emplacar. De acordo com a revista Variety, a atração puxava a audiência da casa para baixo e a partir de sua suspensão esses números subiram cerca de 10% no horário.


Mesmo fora da telinha, a apresentadora já tem um "reencontro" marcado com o público em breve. Isso porque está sendo produzido um filme sobre o escândalo sexual envolvendo Roger Ailes, seu ex-chefe quando Kelly trabalhava na Fox News. Os produtores escolheram Charlize Theron para interpretar a apresentadora.


Leia também:

Escândalo envolvendo jornalista e ex-presidente da Fox News vai virar filme

Em crise, agências europeias de notícias anunciam cortes e reformulações estruturais