A docência envolve esticar as mãos para futuros colegas, orientar e aprender junto

Gisele Sotto, em colaboração | 25/10/2018 16:59
Luiz Claudio Ferreira, professor no UniCEUB - Centro Universitário de Brasília, afirma que a atividade de docência universitária é complexa, e não tem receita, já que é um processo que envolve esticar as mãos para futuros colegas para que continuem acreditando em seus sonhos. 

O reconhecimento de Luiz pelo Professor IMPRENSA, não apenas nesta mas nas 3 edições anteriores, tem para ele o significado de que os “alunos e ex-alunos entenderam a nossa missão (a minha e de meus colegas) e que, talvez, estejamos ajudando em algo. Entendem que não trabalhamos em pequenas caixas com inscrições: "teorias" e "práticas". Está tudo junto”.
Crédito:Fotos Divulgação
Luiz Claudio Ferreira, Maria Luz e Raquel Sacheto, finalistas do Professor IMPRENSA

Para o professor e coordenador do Jornal Esquina, jornal laboratório do UniCEUB, “acolher e chamar atenção são tarefas fundamentais que podem forjar o futuro dessa moçada”. E o reconhecimento pelos alunos deste trabalho conjunto na construção do futuro profissional traz o desafio “de que precisamos melhorar e nos aperfeiçoarmos em meio à revolução permanente dos meios. Como estamos em meio ao furacão, tenho deixado claro a eles que estamos todos pesquisando, que ainda precisamos aprender muito juntos”, esclarece.

Emocionado, Luiz revela que os alunos “lembrarem meu nome para a Revista Imprensa é como receber o convite para uma grande festa. Um privilégio inesquecível”. Ele foi indicado e se classificou como finalista nas categorias ‘Coordenador de jornal laboratório’, “Orientador de TCC’ e ‘Professor Universitário’. 

Bastante grata e feliz pelo reconhecimento, Maria Moraes Luz ressalta que “o projeto Professor IMPRENSA mostra em CAIXA ALTA todo o carinho e a identificação dos alunos para com o nosso trabalho”. Maria é docente na UNIP - Universidade Paulista, do Distrito Federal, e finalista na categoria ‘Professor Universitário’

Raquel Sacheto também é professora na UNIP DF e se classificou como finalista na categoria ‘Orientador de TCC’. Para ela, é gratificante saber que o trabalho desenvolvido junto aos alunos na orientação de TCCs têm deixado marcas positivas. “Recebo esse reconhecimento como um incentivo a mais para a continuidade desse trabalho no qual ensinamos e aprendemos ao mesmo tempo”, comenta Raquel.

Sobre o projeto 

Promovido pelo Portal IMPRENSA, o Professor IMPRENSA reconhece os docentes que constroem o futuro da comunicação no Brasil por meio de seus alunos. 

É o único título que o professor de comunicação recebe que leva em conta o relacionamento, a confiança e parceria no processo de aprendizagem profissional. Apontamos nesta homenagem a diferença que o professor faz na vida acadêmica e profissional dos estudantes.
 
Esta edição conta com o apoio da Intercom - Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, da Jeduca – Associação de Jornalistas de Educação, e da ABEJ - Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo.

Conheça os professores mais indicados nas cinco regiões do Brasil. A etapa de votação popular segue até o dia 14 de novembro. Para prestigiar os professores com seu voto, é só acessar o site do Professor IMPRENSA.

Leia também