Polícia prende suspeito de assassinato de jornalista búlgara

Redação Portal IMPRENSA | 09/10/2018 13:39
Um homem foi preso suspeito de ter assassinado a jornalista búlgara Viktoria Marinova. Ela foi morta na semana passada, dias depois de apresentar uma reportagem sobre desvio de recursos de fundos europeus. A vítima foi estuprada, agredida e sufocada. Seu corpo foi encontrado no último sábado (6/10). 
Crédito:Reprodução/Youtube

De acordo com o jornal The Independent, autoridades da Bulgária informaram que ele é romeno. O crime provocou uma reação continental e a Comunidade Europeia cobrou da Bulgária uma investigação para revelar rapidamente as circunstâncias do ocorrido. 

Apesar de a jornalista ter sido assassinada pouco depois de a matéria ter sido veiculada, até o momento não ficou comprovado se foi essa a motivação do crime. 

Viktoria tinha 30 anos e deixou uma filha de 7 anos. Ela era âncora de uma emissora de TV na Bulgária.

Leia também:
137 jornalistas foram agredidos este ano, indica levantamento da Abraji
Autoridades suspeitam que jornalista foi morto em consulado saudita na Turquia