TVs por assinatura sofrem redução de 536 mil contratos em um ano

Redação Portal IMPRENSA | 05/10/2018 11:37
Os serviços de TV por assinatura sofreram uma redução de 536 mil contratos ativos no Brasil em 12 meses no período até o último mês de agosto. Apenas entre julho e agosto, a redução foi de 37 mil planos. O levantamento foi feito pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). 
Crédito:Pixabay

A queda nos números confirma uma situação de retração no setor provocada, principalmente, pela recente crise econômica. Nesse cenário, somente um segmento registrou aumento: o dos assinantes atendidos pelo sistema de fibra ótica, número que cresceu 69,71% ou seja, mais de 248 mil contratos, no último ano. As assinaturas em planos via satélite perderam 676 mil adesões (6,51%) enquanto os de sinal por cabo diminuíram em 107 mil (1,4%). 

Quatro operadoras respondem por 97,17% do mercado de TV por assinatura, índice que corresponde a 17,29 milhões de contratos. A Claro detém uma fatia de 49,98%, a Sky fica com 29,30%, a Vivo, com 9,05% e a Oi, com 8,84%. 

Leia também:
Na reta final para as eleições, UOL lança manifesto contra 'achismo'
Fenaj repudia veto de Toffoli a entrevistas de Lula: "Censura vinda da mais alta corte de Justiça do país é inaceitável"