Oito estratégias simples para verificar informações e evitar erros em matérias

Redação Portal IMPRENSA | 04/10/2018 15:38
Nada pode comprometer mais a reputação de um jornalista ou de uma empresa de mídia do que a divulgação de matérias com dados ou declarações incorretas ou inexatas. Por isso, a verificação das informações contidas em textos e tabelas é uma etapa fundamental no trabalho jornalístico. 

Crédito:Pixabay
Apesar das dificuldades de tempo e recursos alguns hábitos simples podem ajudar a facilitar esse trabalho. Ao Ijnet (Rede de Jornalistas Internacionais), Bill Adair, professor de jornalismo e política pública da Universidade Duke, do Instituto Knight e fundador do site PolitiFact, vencedor do prêmio Pulitzer (2009), e a jornalista Brooke Borel, autora do livro "The Chicago Guide to Fact-Checking", compartilharam oito dicas valiosas para uma boa verificação de dados. Confira: 

1 - Imprima o texto e releia cada frase em voz alta questionando-se se tem absoluta certeza que aquela informação é verdadeira. Em caso de dúvida, marque a frase com caneta colorida e tente verificar a informação com uma fonte independente. 

2 - Circule cada número ou nome e faça uma checagem cuidadosa nesses dados. Grafias, valores, grandezas numéricas, datas e locais são erros frequentes, mas facilmente evitáveis.

3 - Em matérias delicadas como as investigativas, registre na frente da informação o nome de quem a forneceu para que possa confirmar depois com a própria fonte ou através de outro recurso.

4 - Sempre que possível solicite a sua fonte materiais de apoio (relatórios, balanços, estudos etc), que respaldem suas declarações.

5 - No caso de assuntos científicos, recorra a leituras especializadas para entender o contexto das declarações. Não hesite em consultar outros especialistas para ouvir pontos de vista diferentes ou esclarecer algum tópico. 

6 - Se sua fonte usa uma citação, certifique-se que essa é verídica e exata.   

7 - Ao utilizar fontes anônimas, verifique se é possível obter documentos comprovando a veracidade dos fatos ou recorra a uma checagem cruzada de dados com outros envolvidos.
8 - Releia seu texto como seu maior crítico, procurando incoerências, falhas de lógica ou apuração.