Fake news: conselheiro da Unesco diz que "jornalismo nunca foi tão necessário"

Redação Portal IMPRENSA | 02/10/2018 11:15

Tem sido cada vez mais preocupante a propagação de fake news no mundo todo e o Brasil não foge à regra. Com isso, não é surpresa que o conteúdo veiculado nas redes sociais e portais de notícia sejam colocados à sombra da desconfiança. No entanto, o jornalismo ainda é necessário e pode resolver este problema.

Crédito:Pixabay
O jornalismo é visto pelo conselheiro como parte central de uma democracia

Esta é a opinião de Guilherme Canela, conselheiro de Comunicação e Informação da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Ele concedeu entrevista à Agência Brasil e reconheceu os desafios que o jornalismo tem para manter-se forte nos tempos atuais.


“Ironicamente, o modelo do jornalismo nunca esteve tão em xeque, do ponto de vista de modelo econômico, mas nunca foi tão necessário. Ou seja, o fato de haver uma profusão de elementos informativos ou opinativos nas redes sociais, faz com que os editores de informação, os que investigam o que é fato e o que é mentira, sejam absolutamente centrais para os regimes democráticos, sobretudo em períodos pré-eleitorais e eleitorais”, disse Canela.


Diante disso, o conselheiro nem costuma usar a expressão fake news. Ele acredita que se é uma notícia, não é falsa. Afinal, o trabalho de apuração jornalística para encontrar uma notícia existe justamente para ter a certeza de que está publicando algo verdadeiro.


“Tenho a impressão que na maioria dos casos a circulação da corrente desinformativa não tem má-fé, exceto no ponto inicial, de quem construiu um conteúdo mentiroso. Depois, as pessoas vão passando aquilo com uma crença de que é verdade. É uma circulação que tem a ver com a lógica dos algoritmos, com a lógica das bolhas informativas, em que as pessoas resolvem entrar e ficam presas”, explica Canela.


Leia Mais

Presidente da SIP quer atualizar carta de princípios da liberdade de imprensa

Fenaj propõe a presidenciáveis Estatuto do Jornalismo e Conselho Federal de Jornalistas