Três jornalistas russos são assassinados na República Centro-Africana

Redação Portal IMPRENSA | 01/08/2018 12:59

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia anunciou que três jornalistas russos foram encontrados mortos em um carro na República Centro-Africana (CAR). Os corpos foram identificados como Orkhan Dzhemal, Kirill Radchenko e Alexander Rastorguyev. A informação é da agência Sputnik.

Crédito:Jerome Delay/AFP


"De acordo com informações recebidas da República Centro-Africana em 30 de julho, três pessoas foram mortas perto da cidade de Sibut (300 km ao norte da capital do CAR, Bangui), carregando apenas documentos jornalísticos emitidos sob os nomes Kirill Radchenko, Alexander Rastorguev e Orhan Dzhemal ", informou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.


O Comitê de Investigação Russa já abriu uma investigação criminal sobre o assassinato de três jornalistas russos no país africano.


O Sindicato dos Jornalistas da Rússia está tentando descobrir as circunstâncias da morte de três jornalistas russos na República Centro-Africana (RCA), disse o sindicato em um comunicado na terça-feira (31).


"O Sindicato dos Jornalistas da Rússia está atualmente investigando os detalhes deste trágico incidente. O sindicato expressa sinceras condolências aos parentes, amigos e colegas dos jornalistas mortos", disse o comunicado.


Segundo a agência Sputnik, o jornalista russo Maxim Schevchenko, que é amigo íntimo de Dzehmal, disse à agência que Orkhan estava indo para a República Centro-Africana para fazer uma reportagem sobre empresas militares particulares que operam no local.


Leia mais

Jornalista japonês sequestrado na Síria aparece em vídeo pedindo ajuda

Jornalista bielorrussa sofre ameaça de morte

Jornalista russo é encontrado morto em Nizhny Novgorod, a leste de Moscou