Jornalistas são ameaçados por prefeito de Japeri (RJ)

Redação Portal IMPRENSA | 27/07/2018 16:35

Jornalistas que acompanharam a prisão do prefeito de Japeri (RJ), Carlos Moraes (PP), nesta sexta-feira (27), foram intimidados e ameaçados pelo parlamentar, acusado de ligação com o tráfico de drogas. A informações é do O Dia.

Crédito:Reprodução Rede Globo

De acordo com a reportagem, na entrada da sede policial, ao ser questionado sobre o seu envolvimento com o tráfico, Moraes debochou e disse: “Tenho, tenho sim. Vai pra pu** que pa***”, batendo logo em seguida no microfone do repórter da TV Globo. 


Na sequência, já dentro das dependências da Polícia Civil, ele chegou a ameaçar os profissionais e tentou bater no rosto de uma jornalista da TV Record. “Depois a gente acerta lá na Baixada", disse. Ao ser questionado por outro jornalista se ele o estava ameaçando, Moraes não hesitou: “Estou sim!”.


Ao ser colocado em uma sala da DRFA, o prefeito continuou fazendo ameaças. “A gente resolve depois”, disse ele e apontando para os repórteres. 


Ao ser questionado, o advogado de Moraes, Flávio Fernandes, disse que nada do que ele falou caracteriza ameaças. “O prefeito estava com o ânimo exaltado é muito nervoso”.


A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Albert) divulgou comunicado condenando as ameaças.


“A Albert lembra que a imprensa tem como missão informar a sociedade sobre fatos de interesse público. Além de infringir o direito constitucional de acesso à informação, qualquer ato de intimidação ao trabalho jornalístico é uma ameaça à liberdade de imprensa.”


Leia mais

MPF pede investigação sobre ameaças virtuais e reais ao jornalista Leonardo Sakamoto

Nomes de jornalistas mortos no México e na Colômbia entrarão em memorial de museu dedicado à liberdade de imprensa

Jornalistas da Reuters detidos há 7 meses, em Mianmar, vão a julgamento