Conheça 4 apps que podem facilitar o dia a dia do jornalista

Redação Portal IMPRENSA | 23/07/2018 09:35

Já precisou gravar uma entrevista ou transcrever um áudio? A pedido do Portal IMPRENSA, o editor do site Gizmodo Brasil, Guilherme Tagiaroli, preparou uma lista com quatro aplicativos que podem ajudar o jornalista nessas e em outras tarefas do dia a dia. 

Crédito:Pixabay


Confira: 


Gravador de áudio


Nem todo smartphone com sistema Android vem com gravador de voz. Caso o celular não tenha, uma opção é o Audio Recorder Android, da Sony. Nele, você pode escolher entre quatro qualidades de gravação. Se o objetivo for apenas gravar uma entrevista para ser posteriormente transcrita, vá de básico. Caso seja para outros fins, como reportagens de rádio, vale optar pela opção Superior. Quanto melhor a qualidade, maior o tamanho do arquivo. Então, fique esperto, pois pode ocupar bastante espaço.


No iOS, já vem um gravador de voz nativo.


Transcrever entrevista


Não é bem um aplicativo, mas um serviço web. O OTranscribe permite que você faça upload do arquivo de áudio e conte com algumas facilidades para transcrever. O botão ESC do teclado toca o áudio e pausa. É possível também controlar a velocidade do áudio — o que pode ser útil em áudios em língua estrangeira (você pode colocar no nível baleiês, à la Procurando Nemo, para entender algum gringo que fale muito rápido)


Fazer ronda


É um serviço web e um aplicativo. Com a morte do Google Reader, não restaram muitos bons leitores de RSS (Really Simple Syndication) que nada mais é que um agregador de notícia. Você pode usar a ferramenta de busca do Feedly para assinar seus sites favoritos e dividi-los por assunto. Isso pode ajudar você a economizar um tempo visitando a home page dos sites que você costuma fazer ronda.


Ele é gratuito, mas na versão paga, o serviço possibilita saber histórias que estão bombando e ainda configurar mais de 100 fontes de notícias, além de não ver propaganda.


Gravando chamadas


Ter registro de chamadas é importantíssimo para os jornalistas. Então, se você precisa gravar chamadas com alguma frequência, vale a pena investir na licença de algum programa. 


Para computador


Como preciso fazer com alguma frequência chamadas de longa distância, minha opção é o Skype. Uso o CallRecorder for Skype, da Ecamm (US$ 39,95), disponível apenas para Mac. Ele pode, por padrão, gravar todas as chamadas e videoconferências no app e você pode ainda configurar o tipo de arquivo — MP3, por exemplo. 


Para Windows, o Skype conta com uma série de recomendações, com o Amolto (US$ 30). É possível baixar uma versão para testes por 10 dias que permite gravar chamadas de forma ilimitada.


Para smartphone 

+ Android: ACR 


Leia mais

Confira 10 livros que o jornalista não pode deixar de ler

Confira 10 filmes imperdíveis para todo jornalista

Conto escrito pelo jornalista Marco de Castro, em 2004, inspirou longa-metragem de horror "Morto Não Fala"