Facebook é multado em US$ 662 mil por uso ilegal de dados pela Cambridge Analytica

Redação Portal IMPRENSA | 12/07/2018 12:10

O Facebook recebeu uma multa de 500 mil libras (cerca de US$ 662 mil ou R$ 2.552.150 na cotação de 12 de julho) por ter permitido o uso ilícito de dados pessoais de quase 90 milhões de usuários da rede social pela consultoria Cambridge Analytica. A pena foi dada na terça-feira (11) pelo Escritório do Comissionado de Informação (ICO, na sigla em inglês) do Reino Unido.  As informações são do Press Gazzete,  Folha de S. Paulo, Exame.com e Associação Nacional dos Jornais (ANJ).

Crédito:Daniel Leal-Olivas/AFP


Em 2016, a consultora usou ilicitamente dados da rede social durante as campanhas da eleição de Donald Trump e do plebiscito do 'brexit'.


Ao saber do caso, o ICO fez uma investigação detalhada com a ajuda de 172 organizações e 285 pessoas, a partir de reportagens do The Observer (versão dominical do britânico The Guardian) e The New York Times, dos Estados Unidos, além do Channel 4, responsáveis por denunciar o uso de dados.


A decisão abre a porta para que governos de todo o mundo possam punir o Facebook pelos mesmos motivos. Além disso, representa a primeira grande repercussão negativa para a companhia sobre escândalo referente  ao uso ilícito de dados pessoais de usuários da rede social pela Cambridge Analytica.


Por meio de comunicado enviado à imprensa, a diretora global de privacidade do Facebook, Erin Egan, disse que a empresa “deveria ter feito mais para investigar as denúncias sobre a Cambridge Analytica e tomado providências em 2015”.


Leia mais

Facebook é evasivo sobre caso Cambridge e fake news nas eleições americanas, diz comitê

Jornais da Europa e EUA vão trabalhar juntos para investigar uso ilegal de dados na internet

Facebook e Google poderão pagar para exibir conteúdo de jornais, revistas e TV na UE