Tino Marcos e Burnier pedem desculpas a jornalista inglês que reclamou da bagunça de repórteres brasileiros

Redação Portal IMPRENSA | 05/07/2018 16:01

Depois de o jornalista Jonathan Wilson, editor do The Blizzard e colaborador do The Guardian, usar o Twitter para reclamar da baderna feita pelos jornalistas brasileiros em Samara, ao longo da vitória por 2 a 0 sobre o México, os jornalistas da TV Globo, Tino Marcos e José Roberto Burnier, resolveram pedir desculpas pelo barulho dos profissionais nesta quinta-feira (5). As informações são do UOL Esportes.

Crédito:Reprodução/TV Globo


O post de Wilson foi direcionado principalmente aos jornalistas da TV Globo: 


“Nada contra o Brasil, mas quanto mais cedo a TV Globo sair deste torneio, melhor. Milhares deles, barulhentos e grosseiros no que deveria ser uma área de trabalho”, postou.


A emissora brasileira enviou mais de 200 profissionais para cobrir a Copa do Mundo da Rússia.


O pedido de desculpas foi feito durante o programa Redação SporTV, quando o apresentador Carlos Cereto aproveitou o link ao vivo com Burnier e Tino para falar sobre a crítica do jornalista.


Os repórteres riram e tentaram se explicar. “Peço desculpas se gritei. Acho que não gritei tanto. Mas quero dizer que somos muitos e sendo muitos a gente produz mais decibéis que um grupo menor. Quando a Rússia se classificou virou uma turbulência, é normal. A gente trabalha em redações de esporte e na redação de esporte o barulho é mais alto um pouquinho”, explicou Tino Marcos, que acompanha a seleção.


Leia mais

Jornal Nacional pede desculpas por erro em reportagem sobre jogador Cavani

Copa do Mundo: repórter da TV Globo é agredido durante reportagem após o jogo do Brasil

Vídeo de Jackson Pinheiro, da Fox Sports, entrará no Top 5 da Copa, diz Benja