Copa do Mundo: jornalistas iranianas são as primeiras mulheres a cobrirem o mundial pelo país

Redação Portal IMPRENSA | 26/06/2018 15:00

As jornalistas iranianas Mona Hoobeh Fekr e Samira Shimardi estão fazendo história na Copa do Mundo da Rússia. Elas são as primeiras mulheres autorizadas, pela Federação Iraniana de Futebol, a cobrirem o mundial. As informações são do G1 e Carta Capital.

Crédito:RFI Brasil
As iranianas Mona Hoobeh Fekr (à esq.) e Samira Shimardi são as primeiras mulheres a cobrirem uma Copa do Mundo


A decisão vem sendo comemorada pela Associação Internacional dos Jornalistas esportivos (AIPS) e considerada um marco importante no país. Atualmente as mulheres não podem trabalhar ou assistir jogos nos estádios do Irã. 


Mona e Samira integram um grupo de 60 profissionais de imprensa selecionados pela Federação iraniana de futebol para viajarem à Rússia.


Samira tem 33  e é repórter da agência de notícias Iran Varzeshi, especializada em esportes. “Eu amo futebol. Estou muito contente em poder entrevistar grandes jogadores do futebol mundial”, afirma.


Isna, 32, é fotógrafa free-lancer para a agência. “É histórico para as mulheres e para as fotógrafas iranianas. Espero que tenham mais fotógrafas da próxima vez cobrindo um Mundial e é interessante para todas as mulheres fotógrafas”, diz.


Leia mais

Copa do Mundo: torcedor tenta beijar repórter da Globo que se preparava para entrar ao vivo

Copa do Mundo: brasileiros assediam jornalista russa, correspondente do IG

Copa do mundo: jornalista da Colômbia é agarrada ao vivo por torcedor em praça de Moscou

Vídeo de Jackson Pinheiro, da Fox Sports, entrará no Top 5 da Copa, diz Benja