MyNews, primeiro canal online de jornalismo no YouTube, estreia na segunda, dia 12

Denilson Oliveira | 09/03/2018 09:45
Após meses de preparação, segunda-feira, dia 12, estreia o canal online de jornalismo MyNews. Idealizado por Mara Luquet, jornalista e especialista em economia e finanças, e pelo publicitário Antonio Tabet, fundador dos canais Porta dos Fundos e Desimpedidos.
Crédito:Divulgação

Além de Mara e Tabet, o time do MyNews é formado por Cristina Serra, que recentemente deixou a TV Globo, Thaís Heredia, ex-GloboNews, Mariliz Pereira Jorge, colunista da Folha de S.Paulo, Gabriel Azevedo, e  mais dois jornalistas vindos da CBN: João Carlos Santana e Daniela Braun. Ontem, também foi anunciado o nome de Nelson Garrone, que deixou o cargo de editor executivo do “Em Pauta”, da GloboNews, para dirigir o núcleo que será responsável pela cobertura das eleições.

A grade do MyNews já conta com três programas fixos. A primeira transmissão do canal, na segunda-feira, será a atração “Segunda Chamada”, com análise de notícias feita por Mara, Tabet, Cristina, Mariliz e Gabriel. Thaís Heredia ficará à frente do “É Pessoal”, onde entrevistará empresários todas as sextas. 

Já o “Economia É Genial”, que irá ao ar às quintas, será focado em educação financeira. O programa leva o nome da patrocinadora do canal, a Genial Investimentos, do Banco Brasil Plural. Segundo informação divulgada pelo site da revista Veja, o contrato de patrocínio será de dois anos, com investimento de R$ 10 milhões anuais.

Os programas do MyNews serão gravados nos estúdios do YouTube Space, que fica no Armazém 1 do Porto Maravilha (antigo Pier Mauá), região revitalizada para a Olimpíada e que fica no centro do Rio de Janeiro. O projeto do MyNews também prevê a apresentação de um telejornal ao vivo e de um programa sobre finanças para jovens.

"A expectativa com relação à estreia é imensa. Estamos trabalhando muito. O que vamos fazer não é TV, nem rádio, nem impresso. É um bicho totalmente novo e com uma proposta diferente do que já tem no YouTube. Eu adoro os youtubers, mas nossa linguagem e proposta são outras", diz Mara Luquet. 

Leia mais: