Voo da Chapecoense levava mais de 20 jornalistas brasileiros; 6 eram do Fox Sports

Redação Portal IMPRENSA | 29/11/2016 09:15
O avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, e que sofreu um acidente em Cerro Gordo, entre as cidades de La Union e La Ceja Del Tambo, também levava 22 jornalistas brasileiros que acompanhariam o jogo contra o Atlético Nacional (COL).

Crédito:Reprodução/Twitter (@TheACMario)
Fotos do acidente com o time da Chapecoense foram divulgadas nas redes sociais

De acordo com a Globo, estavam no avião oito jornalistas de rádios de Santa Catarina, seis do Fox Sports, quatro da RBS, três da TV Globo e um do Globoesporte.com. Entre os nomes mais conhecidos estavam o repórter Victorino Chermont, o narrador Deva Pascovicci e os comentaristas Paulo Julio Clement e Mário Sérgio, todos eles da Fox.

A aeronave decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes. Segundo o Globo.com, autoridades locais informaram que o acidente matou 76 pessoas. 

Ainda não identificação das vítimas fatais. Segundo a BBC, entre os sobreviventes confirmados estão o jornalista Rafael Henzel, da Rádio Oeste Capital FM, os goleiros Danilo e Follmann, o lateral Alan Ruschel e uma aeromoça, cuja identidade não foi informada.

De acordo com a imprensa local, a aeronave perdeu contato com a torre de controle às 22h15 (local, 1h15 de Brasília) e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.

O Comitê de Operação de Emergência (COE) e a gerência do aeroporto informaram que a aeronave se declarou em emergência por falha técnica às 22h (local) entre as cidades de Ceja e La Unión.

Na lista de lugares reservados no voo estão os nomes dos jornalistas:
Victorino Chermont (Fox Sports)
Rodrigo Gonçalves (Fox)
Devair Paschoalon conhecido como Deva Pascovicci (narrador da Fox)
Lilacio Júnior (Fox)
Paulo Clement (Fox Sports)
Mario Sergio Paiva (Fox Sports e ex-jogador)
Guilherme Marques (Globo)
Ari Júnior (Globo)
Guilherme Laars (Globo)
Giovane Klein (RBS- afiliada da Globo)
Bruno Silva (RBS)
Djalma Neto (RBS)
André Podiacki (RBS)
Laion Espindula (Globo Esporte)
Rafael Henzel
Renan Agnolin
Fernando Schardong
Edson Ebeliny
Gelson Galiotto
Douglas Dorneles
Jacir Biavatti
Gilberto Pace Thomas, assessor de imprensa da Chapecoense
Cleberson Silva, assessor de imprensa/delegação da Chapecoense

Repercussão

Nas redes sociais, jornalistas lamentaram a morte dos colegas de profissão. "76 mortos dos 81 passageiros. Vários amigos que se vão...jornalistas muito queridos...Deva Pascovich, PJ Clemant, Vitorino Chermont, Mário Sérgio Pontes de Paiva, Ari Júnior...Que tristeza!!!", escreveu Alex Muller em sua página no Facebook.

Cid Benjamin também usou seu perfil na rede social para comentar sobre o acidente. "Acabo de saber que o Paulo Júlio Clément estava no vôo que caiu com o time da Chapecoense. Não tenho ânimo pra falar muito. Era um grande amigo, um grande caráter, um grande profissional. Amigo mesmo, de verdade", publicou.

Leia também: