Sem estrear no canal, Cynara Menezes estuda processar RedeTV! por danos morais

Vanessa Gonçalves | 16/05/2016 18:30

Nesta segunda-feira (16/5), a jornalista Cynara Menezes publicou em seu blog Socialista Morena uma nota explicando porque ainda não estreou como comentarista de política do "RedeTV! News” e sobre a possibilidade de romper contrato com a emissora.

Crédito:Thaís Mayume/Divulgação RedeTV!
Jornalista não chegou a estrear no canal

A jornalista conta que foi convidada no início de fevereiro para ser comentarista do telejornal por Franz Vacek, superintendente de jornalismo da emissora. Ele teria dito que ela tinha sido chamada para que o programa contasse com pluralidade de pensamento, uma vez que é declaradamente de esquerda. Cynara faria contraponto com Reinaldo Azevedo, que também estrearia na mesma atração.

Após trâmites contratuais, a jornalista teria ido a São Paulo almoçar com o presidente da Rede TV!, Amilcare Dallevo e Vacek. Nesse encontro, ela assinou o acordo com validade a partir de 1º de março e foi anunciada pela emissora. 

A notícia sobre sua contratação teria “desaparecido” do portal da emissora. Após algum tempo, voltou ao ar depois de um contato dela com Vacek, que informou que ela precisaria aguardar para estrear. Nesse período, Azevedo começou a comentar no telejornal, como previsto.

Após três meses sem nenhum contato do superintendente de jornalismo da RedeTV!, Cynara resolveu revelar que estuda uma ação por danos morais contra a emissora e, consequentemente, a rescisão do contrato.

Procurada, a assessoria de imprensa da RedeTV! informou que a emissora não vai se pronunciar sobre o assunto.

À IMPRENSA, a jornalista reiterou as informações do post e acrescentou ter achado estranho que desde que a notícia de sua contratação foi publicada, o contato com a emissora praticamente inexistiu. "Achei muito esquisito porque no dia que saiu a noticia da minha contratação, muitos internautas marcaram o Reinaldo Azevedo no Twitter. Não sei até onde ele sabia que eu seria contratada para ser contraponto dele. Desde então, a notícia do site da emissora”.

Além disso, Cynara recorda que no dia em que foi a São Paulo assinar o contrato, foi questionada sobre Azevedo. “Me perguntaram o achava dele e disse que não tinha nada pessoal contra, que tínhamos apenas diferenças políticas. Não sei se houve da parte dele algum veto contra mim”.

A jornalista tentou um último contato com a RedeTV! por e-mail na semana passada e não obteve resposta. Com o silêncio, achou justo informar aos seus seguidores no blog sobre o caso. Agora, ela estuda com os advogados uma ação por dano moral, uma vez que se viu desgastada por ter sido anunciada e depois passar a ser apontada como “demitida” do canal por internautas de direita no Twitter.


Leia também

- Cynara Menezes é contratada como comentarista de política do "RedeTV! News"

- Cynara Menezes deixa "CartaCapital" para se dedicar a blog independente

- “Com as redes sociais os jornalistas saíram do encastelamento”, diz Cynara Menezes