Reviravolta: Alzugaray volta atrás e vende Editora Três para Nelson Tanure. Com salários pagos, funcionários voltam ao trabalho nesta quarta-feira

Por Thaís Naldoni e Lucas Krauss/Redação Portal IMPRENSA  | 06/03/2007 15:39
Até sexta-feira passada (02/03), era dada como certa a compra da Editora Três pelo banqueiro Daniel Dantas, dono do banco Opportunity. Mas o caso ganhou novos contornos nesta terça-feira (06/03), data-limite para a assinatura do contrato. 

O empresário Domingo Alzugaray, dono da editora à venda, que publica as revistas IstoÉ, IstoÉ Dinheiro, Dinheiro Rural e IstoÉ Gente, teria enviado carta a Daniel Dantas nesta manhã, comunicando sua desistência na venda da Editora Três. 

Em seu blog, o jornalista Ricardo Noblat afirma que a negociação empacou por duas razões: Dantas queria adquirir 51% de participação na Editora e também pretenderia profissionalizar a gestão. Isso significaria o afastamento de cargos administrativos da família Alzugaray. Mas o empresário quer seu filho Carlos, atual diretor-executivo, na Presidência da empresa. 

Com a decisão, Nelson Tanure - da Companhia Brasileira de Mídia (CBM) - teria reforçado sua posição para comprar a editora. O jornalista Mino Carta, em seu blog, chega a dizer que o negócio foi fechado na noite de ontem. "Quem adquiriu o controle da Editora Três não é Daniel Dantas, mas Nelson Tanure, que lenta e inexoravelmente constrói uma empresa midiática de largo espectro. Consta que na noite de ontem, Domingo Alzugaray anunciou oficialmente o desfecho da negociação, bem como sua permanência à testa da Editora, embora sócio minoritário", afirma. 

Uma das exigências de Domingo Alzugaray era de que o novo controlador da empresa assumisse os salários atrasados dos jornalistas. O sinal concreto de que o negócio fora fechado é que tais pagamentos começaram a ser realizados nesta terça-feira (06/03). 

Os atrasos eram referentes aos dias 05/02, 20/02 e 05/03. "Para nossa surpresa, tudo está sendo pago, inclusive o vencimento de ontem. Os cheques dos funcionários que trabalham como PJ já foram liberados. O pessoal CLT deve ter o valor em conta até às 20h", explica um funcionário ouvido pelo Portal IMPRENSA.

Em assembléia, os funcionários decidiram voltar ao trabalho nesta quarta-feira (07/03), com exceção dos jornalistas da IstoÉ Gente, que já estão em redação hoje, por conta do fechamento da edição. 

Embora os salários estejam sendo pagos, ainda não houve qualquer comunicado oficial ou mesmo comunicado interno, que informasse o desfecho das negociações aos funcionários.