Infoglobo passa por nova reestruturação; mais de 40 jornalistas são demitidos

Alana Rodrigues e Matheus Narcizo* | 01/09/2015 17:15
A Infoglobo, que reúne os jornais O Globo, Extra, Expresso e outros veículos de comunicação do Grupo Globo, iniciou na última segunda-feira (31/8) um grande corte no quadro de funcionários. No total, o grupo pode realizar a demissão de 300 funcionários.

Crédito:Memória Globo/Divulgação
Grupo realiza cortes para se adequar ao cenário econômico

IMPRENSA apurou que mais de quarenta jornalistas já foram desligados das redações de O Globo e Extra. Entre os profissionais dispensados estão Marceu Vieira, Pedro Dória, Luciana Fróes, George Vidor, Pedro Motta Gueiros, Aydano André Motta, Ana Claudia Costa, Isabel de Luca, Helena Celestino, Tatiana Farah, Bruno Amorim e Sérgio Ramalho.

O grupo realiza uma reestruturação com redefinição de cargos e departamentos em meio à crise econômica do país. A medida ocorre em meio à crise no setor, uma vez que veículos como O Dia, Brasil Econômico, Terra, Grupo Bandeirantes e Agência Estado promoveram cortes nos últimos meses.  

A assessoria do Infoglobo confirmou que a empresa passa por um processo de reorganização interna que exige uma adequação ao cenário atual do mercado de comunicação. No entanto, garante que a mudança na estrutura da empresa implica na reorganização de diversas áreas, incluindo realocação de profissionais, redefinição de cargos e títulos e também no desligamento de profissionais de diferentes setores. Como trata-se de um movimento estratégico, a Infoglobo não informará detalhes ou números da operação no momento.

Despedidas

Em sua coluna de despedida, Marceu Vieira relembrou de alguns momentos no jornal, como a cobertura da Copa e agradeceu pelo tempo que esteve na publicação. "Fiz tantos amigos e reencontrei outros, gente que terá minha gratidão e meu carinho pra sempre - principalmente, o Ancelmo Gois, nós por ele, ele por nós, meu mestre, meu chefe, jornalista maior que tanto me ensinou, sujeito talentoso e, sobretudo, generoso, que me permitiu criar bordões e frases e tipos na coluna dele, coluna nossa, a mais lida e mais reverenciada de Frei Paulo, de Morro Agudo, do Brasil e do mundo", escreveu.

Pedro Dória usou seu perfil no Facebook para anunciar sua saída do cargo de editor-executivo de plataformas digitais de O Globo e ressaltou que seguirá com a coluna "Vida Digital". "Saí da edição mas continuo com a parte mais divertida que é a coluna. Pelo Globo, é a segunda vez que sou finalista do Comunique-se. Pelo Globo liderei um baita time que levou o Esso de Melhor Contribuição à Imprensa. Fui muito feliz naquela redação, onde reencontrei amigos, fiz novos. Do primeiro ao último dia sempre me senti tratado com todo respeito. E, sabe, a vida é boa mesmo quando triste", disse. 

No início do ano, trinta profissionais da área de redação (editores, repórteres e diagramadores) foram dispensados de O Globo, como o colunista Arthur Xexéo e a editora-assistente de "Rio", Angelina Nunes.

* Com supervisão de Vanessa Gonçalves