"Enxergamos a notícia ora com delicadeza, ora com firmeza", diz Monalisa Perrone, da Globo

Danubia Guimarães | 13/03/2013 15:00
“O papel da mulher na imprensa é fundamental. Nós temos um olhar especial. Enxergamos a notícia ora com delicadeza, ora com firmeza”. Este foi o tom da jornalista Monalisa Perrone, durante a premiação do Troféu Mulher IMPRENSA, na última segunda-feira (11/3).

Leia também

Crédito:Alf Ribeiro
Jornalista fala sobre o modo mais informal de fazer reportagens

Vencedora pela quarta vez na categoria Repórter de Telejornal, Monalisa contou à IMPRENSA que sua principal lição na carreira é saber ouvir. “Faz 21 anos que eu me forço a ouvir direito, porque, se eu ouvir com 100% da minha capacidade, vou conseguir fazer uma reportagem única. Eu, que falo demais, acho isso dificílimo”.

Ela que já teve passagens pela rádio Bandeirantes e Jovem Pan, além de diversos telejornais da Globo, onde atua desde 1999, conta que nunca pensou em trabalhar em TV, mas as oportunidades surgiram naturalmente. Como resultado, a jornalista precisou fazer algumas adaptações quando migrou para a televisão. “No vídeo, a minha naturalidade foi amadurecendo. Quando eu comecei na Band, tudo era mais travado, hoje o jornalismo está mais leve. Eu sempre fui espevitada. Às vezes, eu exagero um pouquinho, mas eu prefiro correr riscos a ser amarrada e ser uma personagem”.