Grupo Bandeirantes lança o canal Terra Viva

Por Núria Coelho/Assessoria de Imprensa Band | 23/06/2005 14:48

O agronegócio, segmento que mais cresce no país, ganha cobertura exclusiva do novo canal do Grupo Bandeirantes de Comunicação 

O Grupo Bandeirantes de Comunicação aposta no agronegócio e lança o Terraviva. O novo canal tem programação diária dedicada aos negócios e eventos agropecuários de todo o Brasil, incluindo cobertura de feiras técnicas, leilões ao vivo e virtuais. Unidades móveis e up-links percorrem o país para mostrar o melhor do agronegócio a um público qualificado. A grade do Terraviva também inclui música, entretenimento, telejornais e programas de informação. "O Terraviva tem o firme propósito de prestar serviço, levar informação ao produtor e colher suas necessidades, anseios e problemas. Este é um canal dedicado a quem planta e cria", afirma João Carlos Saad, presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação, que buscou em empresários do setor sócios para o investimento. São eles: Jovelino Carvalho Mineiro Filho, José Carlos Costa Marques Bumlai, Anwar Damha, Companhia de Tecidos Norte de Minas - Coteminas, Grupo Espírito Santo e Washington Umberto Cinel. 

Situada na sede da Bandeirantes, no Morumbi, em São Paulo, a redação-estúdio do Terraviva tem cerca de 100 metros quadrados e abriga 70 profissionais entre técnicos, produtores, apresentadores e jornalistas. A concepção moderna do projeto permite transmissões diretamente da redação de sete pontos de enquadramento diferentes. Com tecnologia digital, o canal nasce calcado no força e credibilidade do Grupo para atender ao setor agropecuário 24 horas por dia. "Estamos dando um tratamento muito especial ao canal. O telespectador vai perceber na programação, na identidade visual e na identidade sonora que viemos para ficar, ocupando um espaço importante no setor que movimenta quase 35% do PIB do Brasil", diz Aguinaldo De Fiori Filho, diretor-geral do Terraviva. Aguinaldo ressalta ainda que buscou na identidade visual criada por Rico Lins, nas vinhetas da Rudol Filmes e nas trilhas do canal, compostas pelo cantor e compositor =Almir Sater, um apuro artístico, privilegiando o bom gosto.

Com o Terraviva o Grupo Bandeirantes amplia a sinergia entre seus veículos: o novo canal passa a gerar conteúdo do setor agropecuário para as demais emissoras. Ao mesmo tempo o Terraviva diversifica sua grade de programação com informações variadas recebidas dos canais Bandnews e Bandsports. 

O canal é transmitido pela banda C para 16 milhões de parabólicas em todo o país, sendo 77% delas situadas na área rural. No segmento de tevê por assinatura o sinal do Terraviva é transportado pelo canal 2 da Tecsat ( via DTH) e TV Cidade ( via cabo) nas cidades de Recife e Cuiabá. Operadoras de tevê a cabo também levam o sinal do Terraviva a João Pessoa e Presidente Prudente. 

Programação Terraviva


As manhãs do Terraviva começam com o Diário Rural. Apresentado por Roberta Borges Fortes, o programa traz matérias especiais sobre negócios e tecnologia do campo. Além disso apresenta as cotações dos principais produtos agropecuários, previsão do tempo, as informações da Ceagesp e a opinião do articulista do Terraviva, Xico Graziano. O Diário Rural vai ao ar de segunda a sexta-feira da 0h00 à 0h30 com horários alternativos às 6h30 e 7h30. 

Comandado por Otávio Ceschi Júnior o Dia Dia Rural promove debates em estúdio, traz informação e entretenimento sempre ligados ao setor agropecuário com participação ao vivo do telespectador através de e-mail, telefone e fax. Reportagens especiais, presença de artistas e organizadores de festas, entradas ao vivo de eventos, boletins da BM&F e informações meteorológicas fazem parte do programa. As mulheres também recebem atenção especial. Reportagens e convidados no estúdio abordam temas que incluem desde moda country até jardinagem e decoração. De segunda a sexta feira das 8h00 às 12h00 com reapresentação dos melhores momentos aos sábados

Ao meio-dia é a vez de Daniel Bork marcar presença no Terraviva. Com muita descontração ele apresenta o Receita Minuto com as receitas rápidas e econômicas que garantem o sucesso do programa. 

Jornalismo com informação e opinião. O Jornal Terraviva tem duas edições diárias de segunda a sexta-feira, trazendo as principais notícias do dia. O JTV também conta com entradas ao vivo dos eventos agropecuários e leilões e a participação do articulista Xico Graziano, que avalia os principais fatos do setor e dá a eles repercussão do ponto de vista do produtor rural. Segunda a sexta-feira das 12h15 às 13h00 com Cristiane Alcalá e das 18h45 às 19h20 com apresentação de Ana Luísa Médici. 

No Território Livre o Terraviva se transforma no canal oficial das mais importantes feiras de agronegócios do Brasil. O programa apresenta os julgamentos das principais raças da pecuária nacional, opiniões de criadores, expositores e visitantes, além de reportagens técnicas, matérias especiais e lançamentos nos stands. O Território Livre também promove debates com convidados e abre espaço para o telespectador , que interage por e-mail e telefone. Em cada programa, um tema ligado à agricultura e pecuária é eleito para o debate. De segunda a sexta-feira das 15h30 às 17h30, com apresentação de Roberto Quirino. 

DBO TV.
Trata-se de uma parceria com a DBO, uma das principais revistas do setor agropecuário brasileiro, que também mantém um portal de informações na internet. Através dessa proposta, o canal Terraviva apresenta um programa diário de dez minutos, produzido e comandado pela equipe DBO. A análise do mercado pecuário no país é o ponto principal do programa, que traz ainda as tendências do agronegócio, resultados de leilões e a expectativa e história do remate que será transmitido naquele dia pelo canal. No ar de segunda a sexta-feira das 19h20 às 19h30, com o comando de Sidnei Maschio.

Feiras e eventos agropecuários sempre em destaque na programação. As unidades móveis do canal percorrem todo o país. O destaque fica por conta da carreta Terraviva que é, ao mesmo tempo, uma verdadeira emissora de tv e stand móvel. Assim, em todos os programas do canal, são apresentadas ao vivo as principais feiras agropecuárias e de negócios do Brasil. Do estúdio, os apresentadores interagem com as equipes nos links instalados nos eventos. Com isso, o Terraviva mostra a informação técnica, acrescida de matérias de comportamento, agito nos stands e camarotes e dicas de bons negócios no evento. "Em 60 dias de atividades já transmitimos mais de 50 leilões ao vivo com ótimos resultados", destaca Aguinaldo De Fiori Filho, diretor-geral do canal. De fato, o Terraviva já marcou presença nas principais feiras do país como Expolondrina, Expozebu, Agrishow de Ribeirão Preto e Feicorte com mais de 5 horas de transmissão ao vivo de cada evento. 

Leilões.
Antes mesmo de um leilão começar, o Canal Terraviva captura a audiência flutuante e mantém os compradores participantes por dentro de tudo. O programa Bastidores do Leilão é ancorado por Roberto Quirino do estúdio do canal em São Paulo, de onde são exibidas matérias sobre a preparação e expectativa do leilão que vai ao ar. Ao vivo, nossos repórteres entrevistam organizadores, autoridades, compradores e convidados, colocando o telespectador no clima do evento. O programa começa sempre uma hora antes do leilão. 

Brasil: o país do agronegócio

Nos últimos anos, poucos países tiveram um crescimento tão expressivo no comércio internacional do agronegócio quanto o Brasil. Os números comprovam: em 1993, as exportações do setor eram de US$ 15,94 bilhões, com um superávit de US$ 11,7 bilhões. Em dez anos, o país dobrou o faturamento com as vendas externas de produtos agropecuários e teve um crescimento superior a 100% no saldo comercial. Em 2004 as exportações do setor alcançaram 40 bilhões de dólares. Esses resultados levaram a Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento (Unctad) a prever que o país será o maior produtor mundial de alimentos na próxima década.

Com quase 13% da água doce disponível no planeta, o Brasil tem 388 milhões de hectares de terras agricultáveis férteis e de alta produtividade, dos quais 90 milhões ainda não foram exploradas. O agronegócio se transformou na principal locomotiva da economia brasileira e responde por um em cada três reais gerados no país. É responsável também por 33% do Produto Interno Bruto (PIB), 42% das exportações e 37% dos empregos brasileiros. 



Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento


Núria Coelho

Assessoria de Imprensa - Band

(11) 3745 7935