Danilo Gentili, do "CQC", é agredido por seguranças do senador José Sarney

Por Eduardo Neco/Redação Portal IMPRENSA | 01/07/2009 18:47

Divulgação
Danilo Gentili
O humorista Danilo Gentili, que atua como repórter no programa "Custe o Que Custar" (CQC), da Band, diz ter sido derrubado por um dos seguranças do senador José Sarney (PMDB-AP) ao tentar entrevistá-lo, por volta das 14h, quando o presidente chegava à Casa para a sessão desta quarta-feira (01).

De acordo com informações do portal G1, Gentili tentava perguntar a Sarney "como ele se sentia sabendo que não é tão poderoso quanto pensava", quando os seguranças, segundo ele, agiram de forma truculenta. "Primeiro fui empurrado e depois eles me jogaram no chão", explica Gentili.

Ao tentar novamente abordar o presidente do Senado quando este deixava a Casa, os integrantes da equipe afirmaram que foram novamente agredidos, mas desta vez com "socos e pontapés". No momento da abordagem do "CQC", vários jornalistas cercavam o senador que alegava que a imprensa o estava impedindo de andar, segundo informou a Folha Online.

A Polícia do Senado alega que os integrantes do humorístico da Band estavam obstruindo a entrada de Sarney e que, ao ser agarrado por um dos seguranças, Gentili se jogou no chão. A Polícia afirma, ainda, que o repórter teria batido com a mão no chão para fazer barulho e, então, comemorado o fato das câmeras do programa terem captado o ocorrido.

A assessoria da Bandeirantes informou ao Portal IMPRENSA que "a emissora tratará do assunto jornalisticamente" reportando o acontecido durante sua programação e que não irá se manifestar a respeito.

Leia mais

-"A boa faculdade vai entender que tem que tornar seu curso excepcional para atrair alunos ", diz Danilo Gentili
-"CQC" e "Pânico" são os preferidos do gênero, indica levantamento