Opinião: Jornalismo animado

Thaís Naldoni | 14/01/2013 14:59


Tempos atrás, em uma das reuniões de pauta aqui com a equipe de IMPRENSA, falávamos sobre a frequência com que jornalistas aparecem como identidade secreta ou ajudando a dar “liga” em histórias envolvendo super-heróis. De bate e pronto, veio à minha cabeça Clark Kent (o nosso Superman) e sua eterna namorada Lois Lane. Depois o destemido fotojornalista Peter Parker, identidade meio secreta do “Homem Aranha”. Na sequência, pensei em April O'Neil, a repórter que vivia grudada nas Tartarugas Ninja.


Crédito:Reprodução
Lois Lane e Clark Kent


Ainda nos lembramos da jornalista Linda Park, que teve um affair com o Flash. Mais um pouquinho, chegamos no destemido Tintin. Mauricio de Sousa também entrou no time quando fez com que a personagem Tina se tornasse uma universitária,  estudante de Jornalismo.


Confesso que foi uma reunião divertida, mas depois das risadas, fiquei pensando em que características os jornalistas de verdade se assemelham aos personagens criados. Pensei no Superman trocando de roupa em cabines telefônicas e fiz um paralelo com aqueles dias em que o repórter passa todo expediente na rua atrás de uma pauta e, no final do dia, ainda tem que correr para uma entrevista ou evento. Troca de roupa em qualquer lugar como um maluco e vai para o local pronto para mais uma “aventura”.


Crédito:Reprodução
April O'Neil


Ou então, uma das características mais importantes que acredito que um profissional deva ter: a ausência de todo e qualquer preconceito. Veja bem: April O'Neil não se importava de se relacionar com tartarugas gigantes que falam e lutam, nem com um rato imenso que comanda a trupe: o Mestre Splinter.


Também tem a parte menos glamourosa, retratada fielmente por Peter Parker. O fotojornalista vive ralando, levando broncas do chefe que parece querer sempre mais e, claro, não tão bem remunerado.


Crédito:Reprodução
Peter Parker


Imagino que minha leitura “rasa” seja bem particular, mas achei bacana encontrar alguns traços de jornalismo em diversas animações distintas. E você? Lembrou-se de mais algum?


Para ler mais textos da colunista, clique aqui


Twitter: @thaisnaldoni