A Storiqa, um mercado de blockchain, entra na América Latina

MOSCOU, 9 de agosto de 2018 /PRNewswire/ -- A Storiqa implementou com sucesso a rede blockchain em seus negócios e lançou um beta MVP, em que os consumidores poderão pagar suas compras com criptomoedas. A empresa já obteve marcos significativos no setor de criptomoedas, tendo fechado uma venda de tokens bem-sucedida com hardcap (limite superior) de $ 25 milhões e capitalização de mercado excedida de $ 150 milhões em julho de 2018. O token STQ está listado nas principais bolsas, como HitBTC e Coinbene.

Storiqa | 09/08/2018 08:00

MOSCOU, 9 de agosto de 2018 /PRNewswire/ -- A Storiqa implementou com sucesso a rede blockchain em seus negócios e lançou um beta MVP, em que os consumidores poderão pagar suas compras com criptomoedas. A empresa já obteve marcos significativos no setor de criptomoedas, tendo fechado uma venda de tokens bem-sucedida com hardcap (limite superior) de $ 25 milhões e capitalização de mercado excedida de $ 150 milhões em julho de 2018. O token STQ está listado nas principais bolsas, como HitBTC e Coinbene.

A Storiqa objetiva ajudar PMEs (pequenas e médias empresas) a operar nos mercados internacionais. O mercado irá se focar, inicialmente, em fornecedores que produzem mercadorias premium em edições limitadas. A plataforma de e-commerce da Storiqa irá oferecer recursos essenciais baseados em criptomoeda e tecnologia de blockchain, para resolver os atuais problemas do setor entre compradores e vendedores.

Os pagamentos podem ser feitos em criptomoedas, tokens STQ ou por cartões de crédito ou de débito, através da carteira (wallet) de multimoedas da Storiqa. O protótipo da Storiqa Wallet foi apresentado em julho e já está disponível para teste no website oficial. Todos os preços no Storiqa são apresentados em "fiat" (moeda fiduciária sem lastro), criptomoedas e STQ. O token STQ é vinculado a produtos da vida real e ele demonstra apoio ao uso de altcoin (moeda alternativa) em atividades diárias. O valor do STQ sobe conforme as transações aumentam. Isso será observado conforme mais empresas forem listadas na plataforma e mais compradores pagarem com criptomoedas.

"Sabemos que, um dia, os pagamentos em criptomoedas em e-commerce se tornarão tão comuns que a expressão "crypto-shopping" (cripto-compra) será ouvida em todos os lugares. Também esperamos que a América Latina receba bem nossa altcoin, o que pode produzir um impacto no e-commerce mundial", diz o presidente-executivo da Storiqa, Ruslan Tugushev.

token STQ foi mencionado pela NASDAQ entre as principais 20 moedas "para se apostar tudo". A perspectiva dessa altcoin é mundial e a América Latina é uma das regiões de criptomoeda que a Storiqa pretende cobrir dentro do setor de e-commerce.

Para obter mais informações, use o chat do Telegram em https://t.me/storiqa_en.

 

FONTE Storiqa