Equipe de pesquisadores da Califórnia publica resultados promissores a respeito de vacina universal, para o câncer, à base de peptídeos

SANTA CLARA, Califórnia, 7 de novembro de 2018 /PRNewswire/ -- Uma equipe de pesquisadores do Dr. Rath Research Institute da Califórnia desenvolveu uma vacina para o câncer, eficaz na redução do crescimento tumoral. Esta vacina à base de peptídeos mira enzimas específicas, chamadas metaloproteínases (MMPs, em inglês), necessárias para que qualquer câncer forme tumores, metástases e vasos sanguíneos nos tumores (angiogênese). A equipe de pesquisa do Dr. Rath mostrou que ratos de laboratório vacinados com peptídeos contendo sequências específicas de MMP-2 e MMP-9 - e subsequentemente desafiados com células do câncer melanoma - tiveram uma redução média do volume do tumor de 76%, em comparação com ratos de controle não vacinados. Notadamente, alguns animais vacinados não desenvolveram nenhum câncer.

Dr. Rath Research Institute | 07/11/2018 15:13

SANTA CLARA, Califórnia, 7 de novembro de 2018 /PRNewswire/ -- Uma equipe de pesquisadores do Dr. Rath Research Institute da Califórnia desenvolveu uma vacina para o câncer, eficaz na redução do crescimento tumoral. Esta vacina à base de peptídeos mira enzimas específicas, chamadas metaloproteínases (MMPs, em inglês), necessárias para que qualquer câncer forme tumores, metástases e vasos sanguíneos nos tumores (angiogênese). A equipe de pesquisa do Dr. Rath mostrou que ratos de laboratório vacinados com peptídeos contendo sequências específicas de MMP-2 e MMP-9 – e subsequentemente desafiados com células do câncer melanoma – tiveram uma redução média do volume do tumor de 76%, em comparação com ratos de controle não vacinados. Notadamente, alguns animais vacinados não desenvolveram nenhum câncer.

O estudo foi publicado em outubro de 2018 na edição online da Revista de Medicina Celular e Saúde Natural (Journal of Cellular Medicine and Natural Health).

Com o câncer permanecendo a segunda maior epidemia, matando mais de 7 milhões de pessoas ao ano, esta nova abordagem terapêutica tem o potencial de mudá-lo. Comparada com anticorpos monoclonais (Mabs, em inglês) ou moléculas biossimilares recentemente desenvolvidas para combater o câncer, a abordagem da vacina anti MMP promete ser muito mais eficaz, como também mais acessível, na luta global contra a doença. Além disso, enquanto Mabs/biossimilares geralmente requerem uma injeção de uma a duas vezes ao mês, a vacina anti-MMP exigirá uma vacinação única, com reforços potenciais somente após diversos anos.

A vacinação anti-MMP – se desenvolvida com sucesso – poderá ser oferecida ao público pelos serviços nacionais ou internacionais de saúde, a um custo razoável. 

Para proteger esta tecnologia valiosa de ser tornada inacessível para a maioria dos pacientes e nações, o Dr. Rath Research Institute obteve proteção de patente em muitos países. O Instituto está buscando institutos públicos de pesquisa, organizações governamentais de pesquisa e outras instituições sem fins lucrativos para desenvolver conjuntamente esta promissora tecnologia – com a meta de com sucesso tratar, prevenir e eventualmente eliminar o câncer.

Fonte: https://www.jcmnh.org/peptide-vaccines-directed-against-human-metalloproteinases-mmps-with-anti-tumor-efficacy-in-vitro-and-in-vivo/

Patentes dos EUA Nr. 8003110 e 8067009

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/780637/Dr_Rath_Cancer_Vaccine.jpg

 

FONTE Dr. Rath Research Institute