Promotoria dinamarquesa pede prisão perpétua para acusado de matar jornalista

Redação Portal IMPRENSA | 17/01/2018 12:30

A procuradoria de Copenhague anunciou que pedirá a prisão perpétua para o inventor Peter Madsen, acusado pelo assassinato da jornalista independente sueca Kim Wall em agosto passado. As informações foram divulgadas nesta terça-feira (16) pelo jornal The Copenhagen Post.


Crédito: Reprodução


O julgamento de Madsen está marcado para começar em 8 de março, Dia Internacional da Mulher, e tem seu veredicto previsto para 25 de abril.


Kim Wall estava trabalhando em uma matéria sobre o submarino privado caseiro de Madsen e se juntou ao inventor na embarcação. O namorado da jornalista denunciou seu desaparecimento em 11 de agosto passado. Naquele mesmo dia, o inventor foi resgatado sozinho do naufrágio desse submarino, que a polícia dinamarquesa acredita ter sido afundado deliberadamente. Em outubro, a polícia dinamarquesa localizou na baía de Køge (sul de Copenhague) a cabeça e as pernas da jornalista.


Leia também:
Inventor dinamarquês admite ter matado jornalista
Corpo de jornalista sueca é encontrado na Dinamarca