Daily News e ProPublica vencem Prêmio Pulitzer de jornalismo

Redação Portal IMPRENSA | 11/04/2017 10:30
O tabloide The New York Daily News e o site ProPublica venceram na segunda-feira (10) o Prêmio Pulitzer de jornalismo na categoria serviço público por revelar os abusos da polícia de Nova York, que expulsou as minorias pobres de suas casas. O Charleston Gazette-Mail venceu o prêmio de Reportagem Investigativa por relatar a disseminação de analgésicos na Virgínia Ocidental. O Pulitzer é o prêmio de maior prestígio no jornalismo norte-americano e é entregue desde 1917.
Crédito:Reprodução
De acordo com a Reuters, David Fahrenthold, do The Washington Post, recebeu o prêmio de Reportagem Nacional por investigar e questionar as supostas doações do então candidato à presidência dos Estados Unidos Donald Trump. A equipe do The New York Times venceu o prêmio de Reportagem Internacional por artigos sobre os esforços do presidente russo, Vladimir Putin, em projetar o poder da Rússia para o exterior.

O East Bay Times, da Califórnia, levou o prêmio na categoria Notícias de Última Hora por revelar as falhas do município para evitar o incêndio em uma festa celebrada em um depósito, que deixou 36 mortos, informa a AFP. O fotógrafo independente Daniel Barehulak obteve o reconhecimento de Fotografia de Notícias de Última Hora com as imagens sobre a guerra contra as drogas nas Filipinas publicadas no The New York Times.

Leia também: