Jornalista chama Vladimir Putin de "assassino" e Rússia cobra desculpas

Redação Portal IMPRENSA | 06/02/2017 14:00
Nesta segunda-feira (6/2), o Kremlin, complexo fortificado no centro da capital russa, pediu que a emissora Fox News se desculpasse pelas palavras do jornalista Bill O'Reilly, que chamou de "assassino" o líder da Rússia, Vladimir Putin, durante uma entrevista com o novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.
Crédito:reprodução
De acordo com a Reuters, o jornalista perguntou a Trump se ele respeitava Putin, que respondeu afirmativamente, mas disse que isso não significa que ele se dá bem com todas as pessoas que respeita. O'Reilly insistiu no tema e disse a Trump: "Putin é um assassino".

"Consideramos que as palavras do jornalista da rede de televisão 'Fox News' são ofensivas e inaceitáveis", disse aos veículos de imprensa locais o porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov.

"Francamente, nós preferiríamos que essa respeitável rede de televisão apresentasse suas desculpas ao presidente da Rússia", acrescentou Peskov.